Arquivo da tag: sleeping-bear-national-park

Sleeping Bear Dunes National Lakeshore – Glen Arbor

Sleeping Bear dunes (foto: @moraranoseua)

Diferente dos anos anteriores, desta vez planejamos com antecedência e viemos passar a semana do feriado de 4 de julho aqui em Glen Arbor, o nosso cantinho de verão preferido em Michigan.

A cidade de Glen Arbor fica localizada na Leelanau península, na área conhecida como Northern Michigan  da lower península e dentro do Sleeping Bear Dunes National Lakeshore. É uma cidade pequenininha com estilo praiano com opção de restaurantes e lojas bacanas e um dos pontos de partida para um dos pontos turísticos mais famosos de Michigan o Sleeping Bear Dunes National Lakeshore (parque nacional de 71,000 acres que se extende desde a cidade de Empire até Leland).

Sleeping Bear Dunes Nacional lakeshore (foto: @moraranoseua)

Por do sol em Glen Arbor (foto: @moraranoseua)

Toda a região é repleta de trilhas tanto para caminhadas como para bikes e é o lugar perfeito para quem gosta de estar em contato com a natureza e fugir das cidades maiores. O Visitor Center do parque fica na cidade de Empire mas você vai conseguir informação e mapas em qualquer uma das cidadezinhas que fazem parte do complexo de Sleeping Bear.

Lake Michigan Overlook (foto @morarnoseua)

Para visitar a região das dunas, trilhas e praias que pertencem ao Sleeping Bear Dunes National Lakeshore é necessário pagar uma taxa de $20 dólares por carro que é válida por uma semana. Esta é a quarta vez que visitamos as famosas dunas e a vista do lago Michigan lá de cima  (Dune Overlook) sempre tira o meu fôlego! Lembrem-se de não passar reto pela entrada da estradinha que chega até o topo da duna (tem placas de sinalização com o nome Stocking Scenic Drive) além disso,  quando comprar o ingresso do parque, você irá receber um jornal com informações da região e um mapa do local, não tem como errar!

img_4285

Este mapa está dentro do jornal que você recebe ao pagar a  taxa para poder entrar na área do parque

Dune Overlook (foto: @morarnoseua)

Para quem gosta encarar uma subida de duna, outra opção é o Dune Climb, outro ponto bastante visitado. Você terá uma vista bem bacana do Glen Lake lá de cima (se olhar para trás), mas você não vai conseguir ter uma vista do lago Michigan depois de encarar a primeira subida. Do topo é ainda preciso encarar uma trilha para chegar no mirante. Aconselho a ir de tênis, boné, levar água e muito protetor solar. Não recomendo ir com crianças pequenas já que essa trilha é considerada de nível avançado e tem 3,5 milhas.

Foto – @morarmoseua

Nossa primeira vez em Sleeping Bear (clique aqui)

img_4284-1

Principais atracoes de Sleeping Bear (foto do jornal que recebemos ao pagar a taxa para entrar no parque)

Fizemos a reserva no hotel no começo de Maio, já que a opção hoteleira por aqui é pequena, principalmente se você pretende ter acesso ao Glen Lake. Como das outras vezes que estivemos aqui ficamos hospedados no Maple Lane Resort que tem uma prainha privativa no Little Glen Lake. Além do acesso ao lago, eles oferecem a opção de quarto do tipo kitchenette que tem uma mini cozinha, o que é ideal para preparar comida para as crianças. Na praia eles disponibilizam caiaque e paddle para os hóspedes e píer.

O hotel é simples mas bem agradável com quadra de areia , campfire para fazer s’mores a noite, um pequeno playground (poderia ser melhor), mesas de pic-nic e churrasqueiras espalhadas pelo gramado . O café da manha oferecido na diária é bem fraquinho e é servido na cozinha comunitária do hotel (Gathering room).

Para nós o grande atrativo de ficar hospedado nesse hotel/motel e não em algum outro hotel da cidade  é o acesso ao Glen Lake, lago cristalino, com fundo de areia, raso e água em temperatura agradável para as crianças. Ótimo para passar o dia todo andando de barco, fazendo wakeboard ou simplesmente se refrescando e tomando sol!

img_3377

Motel Maple Lane Resort

img_3360

Área externa do hotel em que ficamos hospedados

img_3554

Prainha que pertence ao hotel que ficamos no Glen Lake (foto: @moraranoseua)

Para quem não vai ficar hospedado na margem do Glen lake (o lago possui 2 lados separados por uma ponte, o lado maior é chamado de Big Glen lake e o menor de Little Glen lake), ele possui três acessos públicos. Um é exclusivo para colocar e retirar os barcos do lago (boat acess). Tem um acesso pela picnic área no little Glen lake quase em frente ao Dune Climb e um outro no big Glen lake em uma área chamada founders picnic area com área para picnic, playground, acesso para caiaque, pier e uma prainha com faixa de areia estreita.

Glen Lake – olha a cor da água desse lago! (Foto:@morarnoseua)

Glen Lake é perfeito para as crianças! (Foto:@morarnoseua)

Em Glen Arbor a única opção de campground é o D.H. Campground que é do tipo “rústico”. Na beira do Glen lake tem algumas opções de “hotel” (entende-se por motel tipo o que a gente vê nos filmes americanos) ou cabanas e há também as opções de casas de veraneio para locação. Na cidade tem opções de bed&breakfast e mais alguns hotéis pequenos. Tudo lota nesta época do ano, então a reserva tem que ser feita com antecedência.

Opções de camping em Sleeping Bear

Para encontrar hotéis em Glen Arbor e região é so fazer uma busca em sites como o Hotels.com ou Expedia.com. Para locação de cabanas/cottages tem opções no Airbnb e no Trivago, o que vale muito a pena quando vai um grupo de amigos.

Desta vez, como tínhamos mais dias para explorar a região, fizemos passeios novos como navegar de caiaque pelo Crystal River. A empresa que faz o passeio fica bem no centrinho de Glen Arbor e se chama Crystal River Outfitters   e eles te levam de van até o ponto de saída dos caiques. Recomendo ligar antes ou ir até o local pessoalmente para fazer a reserva dos caiaques já que a procura é grande. O passeio é super tranquilo para ir com crianças pois o rio é raso, de água cristalina e de correnteza bem suave e o trajeto é feito a favor da correnteza então não precisa remar muito.

Crystal River (foto: @moraranoseua)

Crystal River – olha a agua cristalina deste rio! (foto: @moraranoseua)

O Leo foi em um caiaque duplo ($58 dólares) com o Theo de 9 anos e eu fui no caique simples (R$36 dólares) com o Thomas de 2 anos no meu colo. Por estarmos com as crianças optamos pelo trajeto curto que durou uma hora e meia, mas no final o Thomas já estava meio cansado e foi para o caique no colo do pai para mudar um pouco. Quem estiver sem criança ou com crianças maiores pode fazer o trajeto completo que dura aproximadamente 3 horas dependendo da intensidade das remadas.

Crystal River(foto: @moraranoseua)

Caiaque no Crystal River (foto: @moraranoseua)

Outro lugar novo que conhecemos dessa vez foi Glen Haven, uma vilinha histórica entre Glen Arbor e a Dune Climb. A praia de lá tem faixa de areia estreita mas é ótima para tomar sol e para as crianças brincarem, mas como toda praia voltada para o lago Michigan a água é gelada mesmo no verão.  Tem um museu marítimo (pequeno mas bem legal para as crianças) e uma lojinha antiga onde é possível obter o carimbo do Sleeping Bear National Park no passaporte (você pode estampar os carimbos de todos os parques nacionais no seu passaporte como marco da sua visita nesses lugares). Como não estávamos com os passaportes, o Theo carimbou no Summer Jounal que ele está escrevendo durante as férias.  E para os pais e mães de plantão, do lado dessa loja tem um banheiro público com fraldário, espaçoso e limpíssimo, então podem curtir a praia de lá tranquilos com a criançada.

Praia em Glen Haven(foto: @moraranoseua)

Também vistamos a cidade de Leland, que fica a meia hora ao norte de Glen Arbor. É outra cidade gracinha de Michigan e de onde saem os ferrys para visitar as ilhas de Manitou. A cidade é famosa pela vilinha histórica de Fishtown, onde hoje em dia só restou uma peixaria as outras casinhas se transformaram em lojinhas e restaurantes charmosos na beira do rio que desagua do lago Michigan. Não exploramos muito a cidade, ficamos mais na região da Fishtown e no centrinho onde tem diversas lojinhas típicas de cidade de praia.

Fishtown em Leland (foto: @moraranoseua)

Leland (foto: @moraranoseua)

Pescaria em Fishtown (foto: @moraranoseua)

(Foto:@morarnoseua)

Para quem tiver tempo para explorar mais a região de Leland, recomendo ir até Northport, lá na pontinha mais ao norte de Leelanau (tem um State Park lá) e voltar pela costa leste da península explorando as várias vinícolas e cervejarias que tem na região até chegar em Traverse City.

No trajeto entre Glen Arbor e Leland pela M22 você passa por um outro ponto bem conhecido chamado Pyramid Point Overlook. Tentamos passar lá na volta mas pegamos a trilha errada com o carro que foi pela parte de baixo em direção as praias. Mas nenhum passeio é dado como perdido, resolvemos parar e lá fui eu com o Theo dar uma espiada na praia que era bem bacana, de pedras e mais selvagem (me lembrou as praias de Munisng na Upper Península), mas o melhor foi atravessar a pé um rio para chegar na praia, o que para o Theo foi mais legal que ver a praia em si.

.

travessia de rio para chegar na praia

Praia na região do  Pyramid Point com a ilha de North Manitou ao fundo

Mas Voltando ao Pyramid Point, pelas fotos que eu vi a vista de lá é bem parecida com o Dune Overlook e a trilha para se chegar lá é tranquila. Da próxima vez vou analisar direito o  mapa e pegar o caminho certo e  tentar conhecer esse outro ponto do Sleeping Bear Dunes National Lakeshore.

Outra área que ainda não exploramos é a região de Empire, que é aonde fica o visitor Center (headquarters) do Sleeping Bear Dunes Nacional Lakeshore. Dizem que o por-do-sol nas praias de lá são espectaculares  e tem outra trilha famosa com vista incrível para o lago Michigan chamada Empire Bluff Trail.

Dica de roteiro na Leelanau peninsula

Mais sobre as praias de Michigan clique aqui

Sobre a alimentação durante a viagem, tenho que confessar que não aguento mais comer comida americana, [e sempre a mesma coisa, tem tudo o mesmo gosto com algumas poucas exceções. Como no nosso quarto do hotel tinha cozinha, fazíamos as nossas próprias comidas, coisas simples que criança gosta como macarronada, arroz com franguinho desfiado, noite do hamburger, sanduiches naturais, muitas frutas e por ai vai.

Riverfront Pizza em Glen Arbor

Saímos para comer fora apenas dois dias. Comemos uma pizza muito boa (para os padrões americanos) no Riverfront Pizza. O lugar fica na beira do rio em que fizemos o caiaque, é minúsculo e funciona no esquema delivery, mas tem algumas poucas mesas disponíveis na beira do rio. E no dia de virmos embora almoçamos no tradicional Boone Docks, um restaurante com bar e lojinha que ocupa toda a esquina da rua principal da cidade bem em frente ao único mercado da região, o Andersons Glen Arbor Market. Um outro restaurante bem  típico da região é o Cherry Republic famoso pelas tortas de cereja e o Arts Tavern.   E para fechar, o melhor sorvete da cidade para o nosso paladar é o The Pine Cone, bem ali na rua principal.

Comeco da noite do feriado de 4th July (Foto:@morarnoseua)

Sei que este post saiu meio tarde já que metade do verão de Michigan já passou, mas ainda esta em tempo para quem não conhece, ir para a região do Sleeping Bear e vale lembrar que no outono, mesmo já estando mais frio a paisagem na região é espetacular!

Um grande abraço a todos

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog (citar a fonte) mas não copie e cole.

Anúncios