Visitando o Canadá

download (4)

Aproveitamos o feriado de Memorial Day aqui nos EUA para visitar amigos que moram no Canadá e matar as saudades desse país que foi o motivo  que nos fez quer morar fora do Brasil.

O Estado de Michigan faz divisa com o Canadá através do Detroit River (que une o Lake Huron com o Lake Eire com o pequeno Lake St Clair ali no meio),  do Lake Huron e do Lake Superior. Atravessamos a fronteira dos EUA com o Canadá através do Detroit-Windsor Tunnel que interliga a cidade de Detroit com a cidade de Windsor-ON no Canadá. Essa travessia também pode ser feita pela ponte que une Detroit a Windsor (Ambassador Bridge).

Cabe lembrar que nós brasileiros precisamos de visto Canadense para entrar no Canadá, tem um post de como tirar o visto canadense aqui.

Na hora de passar pela fronteira foi bem tranquilo. Primeiro passamos por uma guarita de pedágio e pagamos a taxa de $4.25 dólares americanos. Depois passamos na guarita da imigração onde tivemos que apresentar os nossos passaportes com o visto canadense e responder algumas perguntas ao agente da imigração como para onde estávamos indo, quantos dias iríamos ficar e porque estávamos morando nos EUA. Foi bem rápido, pensamos que ele iria querer vistoriar o porta malas do carro mas não foi necessário (a volta foi mais rápido ainda, apenas apresentamos os passaportes e o guarda não perguntou nada).

Com o passaporte carimbado entramos em solo canadense com destino a cidade de Montreal que fica na província de Quebec, porém com uma parada estratégica em Toronto para passar a noite e visitar uma amiga canadense, que foi a “mãe” do meu marido quando ele fez intercâmbio no Canadá.

0427_windsor_map

(photo by google)

Bom, assim que saímos do outro lado do Detroit River percebemos que a operadora do nosso celular não cobria o Canadá, então tivemos que ligar na operadora e fazer um plano de última hora para habilita-lo para usar no exterior para não termos que pagar fortunas de serviço ROAM. Outra coisa é que a partir do momento em que você entra no Canadá o limite de velocidade nas estradas é menor que nos EUA.

Enquanto nos EUA o limite de velocidade nas auto-estradas é de 70 milhas/hora (120km/h) no Canadá é de 60 milhas/hora  (100 km/h). Uma coisa boa, diferentemente dos EUA,  é que a velocidade é medida em kilometros no Canadá e não em milhas como nos EUA, o que eu achei ótimo! (Tenho que escrever um post sobre a loucura que é o padrão de medidas aqui nos Estados Unidos, tudo diferente).

Outra coisa para quem vai dirigindo dos EUA para o Canadá é que não é permitido o uso de anti-radar nos veículos (em Michigan pode). A condição da estrada estava muito boa, não pegamos nenhum trecho com pedágio e tem vários pontos de parada para abastecer, fazer um lanchinho e utilizar o banheiro como o ONroute.

O dólar americano é aceito no Canadá, porém eles não fazem a conversão, eles consideram $1 dólar americano igual a $1 dólar canadense, então  a gente acaba perdendo um pouco de dinheiro já que o dólar americano vale mais que o canadense e para aumentar o prejuízo quando você paga com dólar americano o troco vem em dólar canadense.

O tempo de viagem de Detroit até Toronto foi de aproximadamente 5 horas contando com as paradas. É uma viagem cansativa pois a estrada é uma linha reta sem grandes atrativos e sempre aquela mesma paisagem de plantações. Desta vez o ipad com alguns filmes da Disney baixados foi a salvação para distrair uma criança de 6 anos no carro.

toronto-3

Toronto (photo by google)

Desta vez não passeamos em Toronto pois não tínhamos tempo. Mas já estivemos três vezes lá antes de nos mudarmos para os EUA e é uma cidade muito legal para passear e com muita coisa para se fazer!

Passamos a noite no Park inn by Radisson que fica bem na saída para estrada que segue para Montreal (longe do centro de Toronto). O Hotel me agradou muito, foi todo reformado, o quarto era espaçoso com duas camas queens, frigobar  (o que foi ótimo para armazenar as bebidas que estavam com a gente no carro), banheiro com ducha ao invés de banheira (o que eu prefiro) e com direito a um patinho amarelo de borracha de mimo para as crianças. O único porém é que o café da manhã não estava incluso no preço da diária ($82,00/noite).

Toronto é uma cidade bem grande com quase 3 milhoes de habitantes, então fique atento aos horários de rush pois você pode pegar grandes congestionamentos nas estradas que passam pelo perímetro da cidade. Se você quiser aproveitar para ficar uns dias na cidade para conhecê-la, recomendo reservar um hotel no centro da cidade e se locomover de metrô ou ônibus e deixar o carro apenas para passeios mais distantes.

Clique no Link abaixo para ver as atrações de Toronto

Atrações imperdíveis em Toronto

Cabe lembrar que se você está indo a passeio do Brasil para outra cidade do Canadá, todos os voos fazem escalas em Toronto, então aproveite e reserve de 2 a 3 dias na ida ou na volta da sua viagem para conhecer essa cidade! Ah, e ela fica pertinho de Niagara Falls também!

No blog Gabi No Canadá também tem várias dicas legais de Toronto!

Aguardem mais posts sobre essa nossa viagem para o Canadá!

Se vocë tem interesse em imigrar para o Canadá, o site “Projeto Canadá” tem muitas informações sobre o assunto.

Abraços

Juliana

Anúncios

Uma ideia sobre “Visitando o Canadá

  1. Pingback: Canadá – Rumo a Montreal | Morar nos EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s