O dia em que Michigan congelou

Este é o nosso sexto inverno aqui em Michigan e até dois dias atrás, o inverno de 2014 (o nosso primeiro inverno depois que nos mudamos para cá) tinha sido o mais frio de todos.

Na quarta-feira (dia 30 de janeiro de 2019) as temperaturas despencaram para a casa dos 23 graus Celsius NEGATIVOS com sensação térmica de MENOS 32 graus Celsius aqui em Michigan. Toda a região do chamado Midwest dos EUA foi afetada pelo chamado Polar Vórtex, o que fez aqui ficar mais gelado do que algumas cidades do Alasca! Não entendo nada de metereologia mas pelo o que eu consegui entender assistindo aos noticiários, é que isto ocorre quando a massa de ar polar, que normalmente fica confinada na região dos polos, “desce” formando um fluxo de ar forte, congelante e concentrado em uma determinada região.

Mas praticamente, como isso nos afetou?

Na segunda-feira tivemos bastante neve, o que já é o esperado para o inverno de Michigan. Na verdade este inverno esta bem atípico pois ainda não tínhamos tido um nevasca até praticamente o final do mês de Janeiro. Foi declarado “snow day” (as crianças não tiveram aula) mas no final do dia, depois que a nevasca e o vento passaram, foi possivel sair la fora para brincar na neve e usando as roupas adequadas ninguém passou frio.

Na terça-feira também estava frio (temperatura na casa dos -9C) mas foi vida normal por aqui, mas como já estávamos acompanhado as temperaturas, vimos que na quarta e na quinta as temperaturas iriam despencar. Aproveitamos e abastecemos a geladeira e a despensa de casa, o pessoal aqui é meio desesperado e os postos de gasolina ja tinham filas enormes!

Na terça-feira a noite recebemos o alerta do distrito escolar que as aulas de quarta-feira estavam canceladas em virtude do frio intenso pois não seria seguro para as crianças caminharem até as escolas ou ficarem no ponto esperando pelo onibus escolar. A maioria das pessoas foram trabalhar normalmente e quem pode, fez home-office.

Na quarta e na quinta-feira, que foram os dias recorde de frio, ao contrário do que muita gente pode imaginar, o dia amanheceu lindo aqui em Michigan! Dois dias congelantes mas de céu azul e sol e não caiu nenhum floquinho de neve (normalmente neva em temperaturas negativas porém próximas do zero graus).

Qual a sensação de todo este frio?

Dei uma saída rapidinha lá fora para pegar as correspondências. Me agasalhei bem com casaco de neve, bota, luvas e touca. Em um primeiro momento a sensação é de um frio “normal” para o inverno de Michigan, mas depois de uns dois minutos lá fora a sensação é que eu estava sem casaco, o frio passava direto pelas camadas de roupas e o meu rosto ficou super gelado. É um frio absurdo que fisicamente te impede de ficar do lado de fora! Voltei rapidinho para dentro de casa.

O grande risco destas temperaturas baixas é a ocorrência de “frostbite”, quando as células do seu corpo congelam e necrosam, o que afeta principalmente as extremidades do corpo como a ponta do nariz, as orelhas e os dedos das mãos e dos pés. É humanamente impossível ficar lá fora, mesmo com várias camadas de roupas próprias para o inverno daqui. Nesses momentos temos que agradecer por termos uma casa quentinha para nos acolher. Nos noticiários a informação era que os abrigos para os “homelesses” de Detroit (pessoas que moram nas ruas) já estavam lotados!

A grande maioria das casas tem aquecimeto central a gás e estão preparadas para aguentar um frio extremo como este. O que ninguém contava era que na quarta-feira uma das redes de ditribuição de gás daqui de Michigan, resposável por mais de 65% da distribuição de gás iria pegar fogo! Todos os moradores receberam na noite de quarta-feira uma notificação de alerta pelo celular para diminuirem a temperatura interna de aquecimento das suas casas para em torno de 18C ou menos para assim, ajudar a ecomomizar gás até que o problema fosse solucionado. Em razão disso muitas empresas fecharam as portas na quinta-feira e seus funcionários tiveram que trabalhar de casa. Supermercados, lojas e serviços continuaram funcionando normalmente.

Aqui em casa não passamos frio. Tivemos alguns problemas com algumas janelas onde a vedação não estava muito boa e por causa disso o vento entrava o que fez formar gelo pelo lado de dentro da janela, mas nada alarmante. Durante a noite colocamos o aquecedore elétrico no quarto dos meninos, já que eles costumam se descobrir durante a noite. De resto, o mais difícil mesmo foi manter duas crianças ocupadas durante dois dias inteiros dentro de casa. O uso de TV aqui em casa é controlado e eles não tem acesso a Ipads ou celular, então tivemos que usar a criatividade por aqui mas é claro que também rolou algumas brigas, mas faz parte.

Hoje sexta-feira, todos voltaram a rotina, marido no trabalho e filho mais velho na escola mesmo estando ainda muito frio pela manha (estava -21C as 8 AM). Agora já esquentou um pouco, e os termômetros marcam -9C o que é o normal para o mês de Janeiro aqui em Michigan. Só espero que não tenhamos outro Polar Vortex por aqui e que este inverno não se extenda até o fim de Abril como no ano passado.

Abraços

Juliana

Anúncios

Um comentário

  1. Juliana

    Muito legal o texto.
    Sou fã de Detroit e já estive por aí 2 vezes (ambas no inverno).

    Curto a cidade

    Curto a cultura

    E sou fanático pelos PISTONS !!

    Abraços

    Curtir

Deixe uma resposta para Pedro Ricardo Januario Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s