Como é a escola Pública aqui nos EUA – morar nos EUA

Área externa da escola

Área externa da escola

No primeiro dia de aula do Theo eu já recebi um cronograma de como será a rotina escolar dele aqui e uma cartilha explicando como funciona o Kindergarten com suas regras e deveres.

O dia do Theo na escola vai ser dividido da seguinte forma:

-Group Time: mensagem da manhã, rotina e calendário;

-Treinar a leitura: ler em voz alta, gramática e vocabulário;

-Pausa para descanso e lanchinho (que aqui eles chamam de “snack”);

-Treinar a escrita, centro de alfabetização;

-Recesso e Hora do almoço;

-Seleção de leitura;

-Matemática;

-Ciência e Estudos Sociais;

-Centro de aprendizado (quebra-cabeças, blocos, coordenação motora fina);

-Aulas especiais (as segundas vai ser computação, de terça biblioteca, de quarta artes, as quintas aula de musica e as sextas educação física);

-Descanso e desenvolvimento motor;

-Encontro na classe;

-Hora de ir para casa

Eu particularmente fiquei espantada com a quantidade de atividades que as crianças tem que fazer. No Brasil o Theo ainda estava começando a aprender as letrinhas, escrevia o próprio nome, sabia contar os números, mas de uma maneira ainda muito lúdica. Aqui as crianças da idade do Theo (entre cinco e seis anos) já sabem ler e escrever textos simples, e as aulas são AULAS mesmo, não tem mais brincadeiras, parece que ele pulou direto para o primeiro ano do fundamental. Além disso, tem uma disciplina mais rígida com relação ao comportamento dentro da sala de aula: tem que levantar a mão antes de perguntar alguma coisa, para levantar da cadeira ou para pedir permissão para deixar a sala ir ao banheiro.

Aqui as aulas começam às 8:35 da manhã e terminam às 3:45 da tarde, então o Theo vai almoçar na escola todos os dias. Existe a opção de levar o almoço de casa ou comer a comida da escola. Olhei o cardápio da escola e resolvi mandar a refeição de casa mesmo, pois as opções da escola não são muito saudáveis (tem pizza, hambúrguer, hot dog, nachos…). Apenas às sextas-feiras ele vai poder almoçar na escola para ter idéia de como é. As refeições são pagas , é cobrado um valor de $2.75 dólares por refeição (esta é a única coisa que é paga na escola).

As professoras e toda a equipe de direção da escola foram super atenciosos conosco. A professora do Theo, a Mrs. Pahl é atenciosa e simpática. Além da Mrs. Pahl tem mais uma professora assistente em sala e a Mrs. Yono que é uma professora exclusiva para o Theo que vai ajudá-lo durante este período de adaptação. Aqui as crianças tem que chamar a suas professoras pelo sobrenome, por uma questão de respeito segundo os costumes americanos.

Aqui nos Estados Unidos a maioria das escolas públicas tem um programa específico para as crianças estrangeiras e que não falam a língua inglesa. Este programa é chamado de “English Second Language” e trata-se de um apoio que a criança tem durante este período de adaptação até que ela consiga entender e se expressar em inglês. Detalhe: é tudo de graça!

Ficamos impressionados com a estrutura da escola. O ambiente é super organizado, limpo, bem estruturado. As paredes dos corredores da escola estão repletas de trabalhos e desenhos feitos pelas crianças. Tem salas de aulas específicas para artes, música, computação, ginásio interno para as aulas de educação física, centro de multimídia e biblioteca com IPads disponíveis para as crianças. Fiz a matrícula do Theo em uma terça-feira e na quinta-feira quando ele começou a freqüentar a escola, o nome dele já estava no vidro da janela da sala de aula junto com os dos outros amigos e já recebi todo o material didático que ele irá usar (tudo de graça e de ótima qualidade, não precisei comprar nem um lápis!).

Nome do Theo na janela da sala de aula

Nome do Theo na janela da sala de aula

Todo o dia vem um livro para ler junto com a criança em casa e a criança tem que ler também. Fui orientada a ler para o Theo indicando as letras e palavras para que ele comece a aprendê-las. Além do livro, vem lição para fazer em casa (homework) e orientações por escrito de como fazer as atividades escolares com a criança em casa. O ensino aqui é bem puxado e isso esta sendo meio difícil para o Theo entender, pois ele quer brincar mais na escola, brincar com os brinquedos que tem dentro da sala de aula, mas não pode. Esses brinquedos são para serem usados em atividades direcionadas. Um exemplo: os blocos, e os brinquedos do tipo “supermercado” são para as atividades relacionadas com matemática.

As salas de aula são bem lúdicas, coloridas, com diversos trabalhos das crianças espalhados pelas paredes, inúmeros jogos, brinquedos e prateleiras com diversos livros infantis. Tem as mesinhas coloridas onde as crianças sentam juntas para fazerem as atividades e um tapetão de borracha com letras coloridas onde as crianças tem que sentar em cima da letra referente ao seu nome quando a professora vai ler um livro ou contar alguma história.

Homework

Homework

Gostei muito da escola, ainda estamos nos adaptando a essa nova rotina escolar, mas o Theo vai sempre contente para as aulas ! Não é permitido fotografar dentro do ambiente escolar por uma questão de segurança e privacidade das crianças, mas a professora do Theo vai me enviar algumas fotos dele em sala de aula, e assim que possível eu posto aqui no blog.

Abraços

Link com as notas das escolas públicas americanas : Greatschools.com

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole.

Anúncios

11 ideias sobre “Como é a escola Pública aqui nos EUA – morar nos EUA

  1. Pingback: Escola nos Estados Unidos – Multicultural Night | Morar nos EUA

  2. Pingback: Os famosos Ônibus escolares amarelinhos!!! | Morar nos EUA

  3. manoelagt

    Oi, estou adorando ler seu blog. Aqui no Brasil não almoçamos no colégio, mas compramos os lanches na cantina e minha mãe nunca me deixava comprar lanches, eu trazia alguma coisa mais saudavel de casa todos os dias e sexta feira ela deixava eu comer salgadinho haha, eu nunca reclamava mas ela falava “quando você tiver 15 anos você vai me agradecer” haha hj tenho mais de 20 e agradeço por ela ter pensado na minha saúde 🙂 o Theo (lindo nome) será um rapaz lindo

    Curtir

    Resposta
  4. Pingback: Adaptação das Crianças `as Escolas Americanas | Morar nos EUA

  5. Priscila dos Santos Pinho

    Fiquei emocionada com o seu relato da adaptação do Theo na nova escola, o nome dele na janela da sala…tenho uma filha de 5 anos e queria muito dar uma vida de qualidade à ela mas, nem ouso sonhar com isso! Sou professora de escolas públicas no Brasil e a nossa realidade é exatamente o oposto da que estás relatando! Que Deus os abençoe grandemente aí!

    Curtir

    Resposta
  6. Alessandra de Oliveira

    Boa noite. Tudo bem? Como consigo saber sobre as notas das escolas públicas? MInha filha tem 5 anos, completa 6 anos em outubro. Aqui no Brasil ela vai para o primeiro ano do ensino fundamental, e ai em Michigan, como seria? Se tudo der certo, o local seria Livonia ou Canton, MI. O que vc poderia me falar sobre esses lugares, principalmente escolas. Porque casa já percebi que em Livonia é bem mais em conta do que em Canton. Obrigada. Alessandra.

    Curtir

    Resposta
  7. manoelbentodossantos

    Oi Alessandra. Sou de Santa Catarina, no Brasil. Estaremos indo passar um ano em Lawrence, KS, por conta de um pós Doutorado que meu marido irá fazer. Estou muito preocupada com a adaptação de meu filho, que, na data da nossa ida, terá 5 anos completos. Estamos procurando casa para alugar e escolas. Meu marido, apesar de ser brasileiro, sempre fala em inglês com meu filho e eu falo português. Meu medo é ele sentir falta dos coleguinhas e da escola em que ele está aqui no Brasil. Medo de ele não se adaptar, em fim, acho que você sentia a mesma coisa que eu. Adorei seu blog, li todo e coloquei como preferido no meu PC. Muito obrigada pelas dicas.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi Alessandra!
      Fica tranquila, é claro que no começo ele irá sentir falta da escolinha do Brasil, mas criança se adapta rápido e está idade em que ele está vindo é ótima, é a mesma que o meu tinha quando nos mudamos para cá, ele irá entrar no kindergarten que é justamente quando as crianças começam a ser alfabetizadas em inglês, então ele estará no mesmo nível dos amiguinhos de classe com relação à leitura e escrita em inglês, ele vai aprender junto com os outros! E com relação a falar em inglês e compreender o que a professora e os amiguinhos falam ele vai aprender naturalmente, depois de 3 meses você me conta como está o inglês falado dele 😉

      Abraços

      Juliana

      Curtido por 1 pessoa

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s