Arquivo da tag: Morar nos Estados Unidos

4 anos nos EUA e o futuro do blog

IMG_6176

Outono de Michigan 2017 – foto @morarnoseua

 

Hoje, dia 10 de novembro de 2017 faz exatamente 4 anos que deixamos a nossa vida redondinha, casa legal, cidade bacana, emprego, familiares e amigos para começar tudo do zero em outro país. Olho para traz e parece que foi ontem, como passou rápido! Quanta coisa aconteceu, o quanto que aprendemos, desafios, saudades…e no meio disso tudo este blog que me colocou em contato com tanta gente na mesma situação que nós e que fez o meu caminho se cruzar com de pessoas novas (algumas que tive o prazer de conhecer pessoalmente e que se tornaram minhas amigas),  que chegaram aqui em Michigan alguns anos depois da gente mas que encontram aqui, algumas respostas e caminhos para as dúvidas tão frequentes durante este momento de mudança e adaptação.

Quatro anos se passaram desde que escrevi o primeiro post aqui e uma das perguntas que eu mais recebo hoje é: “Você ainda escreve o blog Juliana?” ” O blog acabou?” e a resposta é NÃO, o blog não acabou! O que acontece é que desde que o meu segundo filho nasceu eu não consegui ainda me organizar para reservar um tempo para sentar e compartilhar as nossas experiências aqui no blog e outra, eu acho que não tenho mais tanta novidades para escrever aqui, depois de 4 anos a vida já entrou em uma rotina. A finalidade principal quando iniciei o blog, era compartilhar a nossas experiência durante a fase desta grande mudança de vida que tivemos há quatro anos atrás. Escrevi muito sobre o nosso período de adaptação, as coisas novas que aprendemos, compartilhei dicas praticas  como tirar a carteira de motorista, locação de casa, as escolas nos EUA entre outras coisas. Todos essas informações estão aqui no blog e sei que continuam ajudando muitos recém chegados por aqui.

Ultimamente, o tempo que eu tenho para o blog esta sendo dedicado mais para a página do blog no Instagram. Lá eu consigo juntar duas coisas que eu gosto muito que é a fotografia e o escrever. Então para você que sente falta de posts mais frequentes por aqui ou que quer saber como anda a nossa rotina depois de 4 anos em terras americanas,  comece a nos seguir no Instagram @morarnoseua. Pelo menos 1 vez por semana eu posto alguma foto por lá!

Mas aproveitando que eu estou aqui, vou falar um pouquinho de como foram esses últimos meses. Durante o verão estivemos com a casa cheia! Recebi praticamente toda a minha família: mãe, pai, irmã, sobrinhas, irmão, cunhada e até o meu avô de 91 anos venho para cá!

Minha mãe e meu avô ficaram 2 meses aqui conosco durante o verão o que foi muito bom! Para nós que moramos longe de todos é uma delícia ter a família junto com a gente! Como estávamos com visita praticamente durante todo o verão não fomos viajar por Michigan como de costume. Acampamos apenas uma vez e fomos pela primeira vez no parque aquático Cedar Point que fica no estado vizinho de Ohio.

As aulas do Theo começaram em Setembro e agora ele é um 3th Grade! Ele já está bem adaptado na nova escola (mudamos de casa no ano passado, então ele teve que mudar de escola novamente) e  já tem vários amiguinhos. Brincou muito na rua durante o verão todo já que nesse novo bairro em que moramos tem muitas crianças e todas vão juntas no mesmo ônibus para escola.

Ahh! Teve show do Bon Jovi e U2 também!

Mal começaram as aulas e tivemos que ir para o Brasil renovar (de novo) o nosso visto H1b. Tem post no blog explicando como é a renovação. O Visto H1b pode ser renovado por no máximo 2 vezes pois a validade dele é no máximo de 6 anos. Aproveitamos a viagem  para ver a outra parte da família que não venho para os EUA este ano e finalmente conseguimos fazer uma viagem a dois depois de 4 anos (pois tinha as avós para cuidar das crianças).

Fomos comemorar os nosso 10 anos de casados em Fernando de Noronha! Que lugar lindo! Merece todos os clichês!! E olha que já viajamos para lugares lindíssimos! Sim, é um destino caro, por isso nunca fomos enquanto morávamos no Brasil. Sempre quando colocávamos na ponta do lápis os custos para se viajar para Noronha, optávamos em viajar para fora do Brasil. Valeu a pena? Sim, sim, sim!!! Cada centavo valeu a pena!

Depois de quase um mês no Brasil voltamos para a nossa vidinha a quatro aqui nos EUA. Chegamos junto com o Outono, época de mudança de estação, o frio esta chegando, os dias estão mais curtos. É um momento de curtir o nosso ninho, a nossa casa e uns aos outros.

Vocês leitores do blog, continuem por aqui! O blog não esta abandonado! (Acho que já escrevi isto antes, rs). Continuem enviando dúvidas e perguntas, vejo todas! As vezes demoro um pouco para responder mas um dia a sua resposta chega tá!

Um grande abraço

Juliana

 

Anúncios

3 anos morando nos EUA

dsc01881

Aeroporto de Guarulhos – 10 de novembro de 2013

E hoje dia 11 de novembro de 2016 faz exatamente 3 anos que desembarcamos em terras americanas! Nossa como o tempo passa rápido!

Obrigada a todos vocês que acompanham o blog! Sempre leio TODOS os comentários que vocês deixam aqui e se eu não te respondi peço mil desculpas. Continuem participando ativamente do blog, deixem comentários, curtam a nossa página no Facebook e no Instagram. Compartilhem com os amigos!! Isso ajuda o blog a crescer!

Este post de hoje é para agradecer a essa oportunidade que tivemos há 3 anos atrás e fazer uma retrospectiva de algumas coisas que vivenciamos por aqui. Vou deixar abaixo o link para alguns posts que escrevi no blog ao longo desses 3 anos e  que tem tudo a ver com o dia de hoje!

Um grande abraço!!

Juliana

O dia em que chegamos aqui nos EUA 

O post que escrevi de dentro do avião

O primeiro post do blog

Aos recém-chegados nos EUA

O que levar para os EUA

Primeiras providencias ao chegar nos EUA

1 ano morando nos EUA

O que perdemos quando deixamos o Brasil

Bom, estes três anos foram bem vividos, muitas experiências novas e viagens!! O que amamos!!

img_0314

Inverno de 2014 – descobrimos como é morar em um lugar que neva! No nosso primeiro inverno fomos presenteados com  recordes de temperaturas baixas e quantidade de neve acumulada!

img_0846

Fevereiro de 2014 -Andamos sobre um lago congelado pela primeira vez!

img_0618

Aprendemos a fazer um boneco de neve (não é fácil como parece)

,

img_0127

Theo descobriu que brincar em um playground cheio de neve é bem divertido!

dscn9484

Passamos a relacionar o mês de outubro com abóboras!!

dsc00224

Descobrimos que Detroit é muito mais do que edifícios abandonados

img_5956

Descobrimos uma estação chamada Outono de Michigan e passamos a ama-la!!

img_3400

Assistimos a Nascar

img_1663

Aprendemos a curtir os fins de tarde de verão nos parques e aproveitar o calor ao máximo pois aqui ele dura pouco.

dscn2351

Nos divertimos nas noites de Halloween!

img_5024

Segurei em uma arma pela primeira vez na vida! Nao gostei mas foi uma experiência nova dar uns tiros.

img_4165

Aprendemos a ter paciência para cultivar tulipas!, Plantar os bulbos em novembro antes da neve para ve-las florecer apenas em maio na primavera.

img_2287

Tentamos Esquiar

img_0348

Tentamos patinar

img_6597

Descobrimos uma nova gordice: Elephant ears

img_2289

Fomos para a Disney!

img_5803

Conhecemos New York

dscn0939

Redescobrimos Chicago!

img_6400

O Canadá esta logo ali!

dscn0011

Conhecemos Montreal no Canada e reencontramos amigos queridos por lá!

DCIM102GOPRO

Foi muito bom visitar Toronto de novo!

img_1414

Fomos para Indianapoles

img_9467

Descobrimos que acampar em Michigan é muito legal!

img_0486

Fui no show da Shania Twain

E podemos dizer que conhecemos o 5 grandes lagos (The Great Lakes)!

DCIM101GOPRO

Lake Superior em Munising na Upper Península de Michigan

dsc00371

Lake Erie em Cleavelend-Ohio

dscn0583

Lake Michigan em Sleeping Bear sand Dunes em Michigan

dscn9814

Lake Ontário no Canadá

dsc01002

Lake Huron

dscn1339

Fiquei grávida!

img_4218

A familiar aumentou!!

Muita coisa aconteceu, aprendemos muitas coisas novas nessa vida fora do Brasil, muita saudade, muitas conquistas, fizemos amigos, algumas perdas, mas no final posso dizer que esses 3 anos foram muito bem vividos!!!

Mais abraços!

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole.

Como é Morar em Michigan

E hoje tem um pouquinho de como é morar aqui em Michigan na entrevista que dei para a Carol Mendes do blog www.descobriaamerica.com

“Michigan! Um estado com bastante história para a minha própria família (a parte americana dela, claro), e inclusive ainda temos diversos parentes por lá. Mas se tem uma brasileira que pode nos passar  informações super bacanas sobre o estado, e sobre Wixom (na região de Detroit), onde mora agora, ela é a Juliana Fontes, responsável pelo blog Morar nos EUA. Vamos à leitura? 🙂

IMG_1783

“Meu nome é Juliana, sou esposa do Léo e mãe do Theo e do Thomas! Era dentista no Brasil e aqui sou dona de casa e mãe 24 horas. Adoro mexer com fotos e fazer “scrapbook”. Também tenho um blog chamado Morar nos EUA. Estamos nos Estados Unidos desde novembro de 2013. No primeiro ano, moramos na cidade de Canton, no estado do Michigan, e depois nos mudamos para a cidade de Wixom, também em Michigan, onde já estamos há 2 anos. É uma cidade pequena, como a maioria das cidades de subúrbio, mas todas muito próximas umas das outras e com inúmeras opções de comércio e lazer. No Brasil morávamos no estado de de São Paulo.

Nos mudamos para os Estados Unidos porque apareceu uma oportunidade de trabalho aqui para o meu marido na área dele e, como sempre tivemos vontade de passar pela experiência de morar em outro país, resolvemos encarar esta aventura!

No Brasil eu era dentista especialista em Periodontia, formada há quase 15 anos e com meu próprio consultório. Não foi fácil abrir mão da minha carreira, pois sabia que aqui eu não poderia clinicar. Porém, não me arrependo; a experiência de vida é engrandecedora! Sou uma “stay-at-home mom” (mãe em tempo integral) feliz, mas tem horas que dá saudade de clinicar novamente.

Não tivemos muitos problemas com relação a adaptação à cultura daqui. Posso dizer que me adaptei mais rápido do que eu esperava. Claro que a língua é sempre uma barreira no início, mas isso nunca me impediu de me relacionar com as pessoas e explorar a nossa nova cidade. A presença de amigos brasileiros que já moravam aqui na região nos ajudou muito nessa adaptação. Além disso, o fato do meu filho frequentar a escola pública abriu uma oportunidade para eu ajudar como voluntária na escola dele, o que me ajudou a conhecer as mães americanas. Assim que chegamos aqui, tivemos que começar a vida novamente do zero e entender como o sistema funciona, mas depois dos três primeiros meses tudo entrou nos eixos e vida retomou sua rotina.

A maioria das pessoas que moram na nossa região são pessoas que trabalham na indústria automobilística. Por causa disso também tem muitos estrangeiros por aqui. Eu percebo que as pessoas são muito tranquilas e as famílias são bem grandes, com uma média de 3 a 4 filhos por casal. Os americanos são muito patriotas e adoram demonstrar o orgulho que tem pelo seu país, o que se pode ver pela quantidade de casas ostentando a bandeira dos Estados Unidos do lado de fora e pela participação ativa da população em datas comemorativas, como no feriado de 4 de julho. Me dou bem com os americanos; depois que te conhecem eles são pessoas bem receptivas. Mas cada um cuida da sua vida. Percebi que, desde a infância, os americanos aprendem a ser bem independentes. Ninguém te julga pela roupa que você veste ou pelo carro que você tem. Como qualquer país, aqui há alguns hábitos e costumes diferentes dos nossos brasileiros, mas essa é grande experiência de se morar em outro país: o contato com outras culturas e formas de pensar e olhar o Brasil e nós, brasileiros, por uma outra perspectiva.

Então os americanos são “na deles”; não são como a maioria dos brasileiros que já chega abraçando e beijando uma pessoa que acabou de conhecer e que em menos de meia hora de conversa já virou o seu melhor amigo de infância. Mas eles são muito, MUITO educados e adoram conversar com quem vem de outro país, principalmente do Brasil, que para eles é um destino exótico! E assim, aos pouquinhos eles vão se abrindo. Tenho amizade com duas americanas mães de amigos do meu filho, de frequentar a casa delas e elas a minha. Nossos maridos se tornaram amigos e sempre rola um churrasco aqui em casa ou um hambúrguer na casa deles! Tem que ter a mente aberta, sem preconceitos !

Agora sobre os pontos positivos e os pontos negativos de morar em Wixom, minha cidade atual:

  • Pontos positivos – Em primeiro lugar, a segurança. Mesmo estando a apenas meia hora de Detroit, que é considerada uma das cidades mais violentas dos Estados Unidos, nós nos sentimos muito seguros em Wixom. Poder entrar e sair de casa sem ter que procurar por algum “suspeito”, deixar o seu carro estacionado em qualquer lugar, sem medo de que ele possa ser roubado e ficar parada no semáforo com o vidro do carro totalmente aberto (no verão de Michigan claro!) para mim não tem preço. Em segundo lugar, é a presença de boas escolas. Meu filho adora a escola e já está fluente em inglês. Isso vai ser um diferencial no futuro dele. Além disso, a presença de muitas áreas verdes e inúmeros parques para recreação aos finais de semana. Uma outra coisa linda aqui de Michigan e que eu adoro é poder presenciar a mudança das estações do ano. Cada estação aqui é muito bem definida e tem a sua beleza particular. Mas a minha preferida é o outono! É lindo ver as folhas das árvores se tingindo de vermelho, laranja e amarelo! É uma paisagem que não temos no Brasil e acho que por isso me encanta tanto!
  • Pontos negativos – Os meses de inverno são os mais difíceis. No começo é legal, a neve é linda, brincamos na neve, fazemos “sledding” (tobogã na neve)… mas depois de dois meses de muito frio e neve, começa a baixar uma certa depressão. Um outro ponto negativo é falta de transporte público. Não existe linhas de ônibus, nem de trem, nem metro e táxi só o do aeroporto. Aqui você é obrigado a ter um carro.

Apenas complementando as informações sobre o clima em Wixom, em geral as estações são bem definidas no estado de Michigan. Temos um inverno bem gelado com muita neve, uma primavera chuvosa, um verão bem quente e úmido (aqui tem muitos lagos e muito verde!) e um outono lindo com temperaturas amenas.

Nos meses de primavera, verão e outono, as opções para relaxar nos finais de semana são ir aos parques, fazer pic-nic, andar de bicicleta, passear pela região norte do Estado. Durante o inverno acabamos ficando mais dentro de casa, mas gostamos de ir ao cinema, casa de amigos, praticar ice-skating. Quando a temperatura permite, gostamos de fazer “sledding” nos parques. Para quem gosta e sabe esquiar, tem algumas opções de estações de Ski no norte de Michigan.

A região em que moramos não é uma área turística. Dificilmente alguém do Brasil vai escolher Michigan como destino de férias nos Estados Unidos, ainda mais Wixom! A grande maioria das pessoas que vem para a região de Detroit é para negócios ou para participar de congressos, principalmente relacionados com a indústria automobilística. Mas Michigan tem várias boas surpresas! Existem diversos museus na região de Detroit, ainda não tive a oportunidade de ir, mas dizem que o Detroit Institute of Arts Museum é muito bom. Tem o Detroit Zooque fica em Royal Oak que é bem legal para passear com crianças. The Henry Ford é um museu que conta um pouco da história americana e da indústria automobilística. Passear no Riverfront em downtown Detroit e observar a cidade de Windsor, no Canadá ali do outro lado do Detroit River também é um ótimo passeio para os dias quentes de verão e, se você tiver visto canadense, é só cruzar a ponte que você já estará no Canadá. Tem também um museu a céu aberto chamado Greenfield Village que fica na cidade de Dearborn, bem próximo a Detroit, é um lugar muito legal, que reproduz uma vila americana do início do século dezenove, sempre tem atividades especiais em datas comemorativas e vale muito a pena a visita, um passeio para a família inteira! Durante os meses de verão, uma visita às praias da região norte de Michigan é passeio obrigatório. A região é muito verde, muito linda e a cor turquesa e a imensidão do lago Michigan no verão é uma surpresa indescritível! Se tiverem a oportunidade de ir para o norte de Michigan, não deixem de visitar as cidades de Traverse City,Sleeping Bear Dunes, Mackinac Island, Petroskey, Silver Lake Dunes. É muito comum, durante o verão, as famílias alugarem trailers e acamparem nos diversos parques da região norte. A Upper Peninsula de Michigan é linda também e tem lugares lindos e prais de lago inacreditáveis!

Quanto a ter contato com brasileiros, temos um grupo de amigos brasileiros, sim. Sempre que possível procuramos nos encontrar, mas não temos o hábito de frequentar encontros de brasileiros. Na nossa região há muitos brasileiros, portanto, diversos eventos da comunidade, mas não nos prendemos a isso. Temos a mente bem aberta e temos amizades com americanos também. Não nos fechamos em uma comunidade.

Já sobre mercados que vendam produtos brasileiros em Wixom, não temos. Tem um na cidade de Ann Arborchamado Tienda La Libertad, que na verdade é mexicano mas tem algumas coisas brasileiras. Brasileiro mesmo não tem!

A mesma coisa em relação  restaurantes: nenhum em Wixom! Tem a churrascaria Gaucho, em Northville, cujo dono e até alguns garçons são brasileiros. Também tem uma outra churrascaria em Detroit, a Texas de Brazil. O que tem aqui são brasileiras que cozinham comida caseira para fora como feijoada, moqueca, feijao e salgadinhos.

Quanto à saudade do Brasil, sentimos falta da nossa família! E das praias brasileiras.

Às vezes pensamos em voltar a residir no Brasil no futuro, por causa da saudade da família e para que os meninos possam conviver mais com os avós. Mas quando vemos a situação de violência e corrupção que se encontra o Brasil, a vontade passa.

Muitas pessoas sonham em vir morar aqui nos Estados Unidos. O meu conselho é que se você quer mesmo vir pra cá, corra atrás, estude inglês e se especialize. Tem que ser uma decisão muito bem pensada. Aqui é um país seguro, com ótimas escolas, ótimas opções de lazer, mas também tem que se trabalhar muito e o custo de vida não é barato. Algumas pessoas se iludem achando que nos Estados Unidos tudo é mais barato que no Brasil, mas não é bem assim. Comprar um carro ou fazer compras nos outlets pode até ser mais barato que no Brasil, mas pagar aluguel de casa, arcar com um plano de saúde, contas de água, luz e gás pesam bastante no orçamento no final do mês, então tudo tem que ser levado em consideração. É uma mudança de vida muito grande, as culturas são diferentes e você sempre será um estrangeiro aqui.”

Juliana Fontes

A entrevista acima foi dada com exclusividade para o blog descobriaamerica, é proibido qualquer tipo de reprodução da mesma.

Abraços!

Juliana

Michigan State University X University of Michigan

Aqui em Michigan temos duas grandes universidades, a  Michigan State University e a University of Michigan. E como não poderia deixar de ser, existe uma certa rivalidade entre as duas, principalmente quando o assunto é futebol americano.

msu-twitter-2

A Michigan State University foi fundada em 1855 e fica localizada na cidade  East Lansing (ao lado de Lansing, que é a capital de Michigan) e é a oitava maior universidade dos EUA, com uma média de 50 mil alunos. As faculdades mais populares são a de Biologia, Psicologia e Logística e ela tem o seu próprio estádio de futebol, o Spartan Stadium com capacidade para 75 mil espectadores.

umich

A University of Michigan  (U-M) fica localizada na cidade de Ann Arbor aqui em Michigan, mas foi fundada em 1817 originalmente em Detroit. É a universidade mais antiga de Michigan e possui campos também nas cidades de Flint e Dearborn. Atualmente conta com um número de mais de 43 mil alunos inscritos. No campos da U-M  fica localizado o maior estádio de futebol dentro de uma universidade do mundo, o Michigan Stadium,  com capacidade para mais de cem  mil espectadores! As cores da universidades é o amarelo e o  azul e o seu grito de guerra é “Let’s go Blue!”. As faculdades mais populares são a de Business, Economia e Odontologia.

No próximo mês de Julho vai ter uma partida especial entre o Real Madri e o Chelsea, evento que promete lotar o estádio e movimentar a cidade.

Aqui tem um comparativo entre as duas universidades

O critério para admissão nas Faculdades por aqui é bem diferente do Brasil, não existe vestibular e sim uma soma de avaliações acadêmicas e não-academicas. Os critérios acadêmicos normalmente são o histórico escolar, as notas nos testes oficiais (American College Testing), recomendações de professores e redação. E os critérios não-academicos são as atividades extra-curriculares que o aluno fez durante a vida, algum talento ou habilidade especial que o aluno tenha (um ótimo jogador de futebol ou um excelente pianista por exemplo), qualidades pessoais do aluno (fluente em mais de um idioma, experiência de vida em outro país por exemplo) e se este realizou trabalhos voluntários. Tudo isso junto vai ser avaliado pela Universidade quando um aluno aplica para uma vaga.

As duas universidades (Colleges) são públicas (public institution), mas não são gratuitas, aqui tem que pagar as anuidades da faculdade. As anuidades (Tuition) giram em torno de 13 mil dólares por ano para quem é residente do estado de Michigan. Alunos que vem de outros estados vão ter um valor aproximado de anuidade de 35 mil dólares por ano!

1024px-Northern-Michigan-University-Seal.svg

Não poderia deixar de citar  também a Northern Michigan University, que fica localizada na Upper Península de Michigan, na cidade de Marquete. Foi fundada em  1899 e possui  uma média de 9 mil alunos. Suas principais faculdades são na área  de ciência e pesquisa, artes, busisness, educação e saúde. Estudar aqui é um pouquinho mais em conta, vamos dizer. A anuidade para residentes do estado de Michigan é por volta de 10 mil dólares e para não residentes 15 mil dólares. E cursar faculdade em Marquete é um teste de resistência pois o inverno na upper península é congelante e dura fácil uns seis meses.

Uma coisa que eu reparei aqui é que normalmente cada família tem a sua universidade do coração, parece coisa de time de futebol. Normalmente os pais querem que os filhos continuam a linhagem dentro da universidade isto é, os pais querem que os filhos estudem onde eles estudaram e que por sua vez os pais deles (avós) também estudaram. E esse carinho pela universidade muitas vezes esta declarado na frente de várias casas aqui em Michigan, através de bandeiras ou plaquinhas da Universidade na frente das casas.

Aqui na região em que moramos percebo que a Michigan State é a mais querida vamos dizer. É mais comum cruzar com bandeiras da Michigan State ou com o símbolo dos Spartans nas casas por aqui do que da “rival”  University of Michigan.

IMG_4852

Bandeira americana acompanhada pela bandeira da Michigan State e plaquinha no jardim em frente a uma residência aqui em Michigan.

Interessante né? Algum leitor já estudou em alguma universidade aqui nos EUA? Deixe a sua opinião nos comentários!

Abraços

Juliana

 

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar os posts do blog mas não copie e cole.

Sites e Canais legais para dar um UP no seu Ingles

Depois de 3 anos morando aqui nos EUA o meu falar em inglês está melhorzinho (ainda dá branco as vezes e o sotaque ainda é muito forte) diferente do meu ouvir e entender que  já melhoraram muito!!!  Como não estou mais frequentando as aulas de inglês por causa do bebe, eu  uso a internet para continuar treinando e aprender coisas novas. E o mais legal desses canais é que eles ensinam o inglês falado mesmo, sem focar apenas em gramática , o que  é muito chato.

Então segue abaixo os meus canais e sites preferidos para estudar inglês! É só clicar no link para ser direcionado direto para os sites.

inverno (4 of 6)

VOA – Este site é muito legal para treinar Listening. Tem várias matérias como se fosse um jornal e diferentes assuntos. Além disso tem dicas de pronúncia e dicas rápidas de gramática.

inverno (5 of 6)

Engvid – Canal do YOUTUBE  com vários professores. A minha preferida é a Ronnie, uma canadense muito engraçada.

inverno (1 of 6)

Cintia Disse – Tem várias dicas legais de inglês, mas o forte do Canal é a própria Cintia que é muito engraçada e aborda diversos assuntos além do inglês, então cuidado para não fugir do foco que é o inglês (eu sempre acabo me entretendo com outros assuntos do canal dela que não é o  inglês rsrsrs).

inverno (2 of 6)

English in Brazil – As dicas da Carina Fragozo são ótimas e ela é fera em ensinar  pronúncia.

inverno (6 of 6)

Ingles na ponta da Lingua – Site com várias dicas de expressões em inglês  que normalmente não estão nos livros e que são muito usadas pelos americanos.

inverno (2 of 3)

AJ Hoge – Na Verdade ele vende um curso de inglês (Effortless english), mas ele tem  alguns vídeos free no youtube com várias dicas de como estudar inglês de uma maneira eficiente que vale muito apena assistir.

inverno (3 of 3)

Ingles Online – Ouvia os podcasts deste site desde quando eu morava no Brasil. Os podcasts são ótimos e dá para salvar no celular e escutar repetidas vezes, o que te faz treinar o listening.

inverno (1 of 3)

Amigo Gringo – Adoro! Nem tanto para aprender inglês pois esse não é o foco do Canal mas os vídeos com dicas sobre os costumes dos americanos e o comportamento dos brasileiros aqui nos EUA são ótimos!

inverno (3 of 6)

Privite English Portal –  Os vídeos do Steve Ford são bem didáticos e é  bom para aprender um pouco de gramática de uma maneira mais light.

hqdefault

SmallAdvantages – Descobri recentemente este canal do americano Gavin Roy que fala muito bem português e tem dicas muito legais de inglês falado do dia-a-dia! Já entrou na minha lista dos favoritos!

Espero que tenham gostado das dicas !

Abraços

Juliana

ESL nos EUA

10 Dicas que irão facilitar o seu dia-a-dia nos EUA

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar os posts do blog mas não copie e cole.

Uma adolescente brasileira em uma High School americana

Member_Schools

Nós brasileiros temos aquela idéia de escola americana baseado no que assistimos em filmes. Será que é daquele jeito mesmo?  Para matar a minha curiosidade e ajudar um pouco as famílias que estão vindo com filhos adolescentes para os EUA, conversei com a Gabi que tem 15 anos  e que se mudou do Brasil para os EUA há um ano com os seus pais e esta cursando o primeiro ano da High School aqui em Michigan.

Morarnoseua: Como você reagiu a notícia que iria mudar de país?

Gabi: Eu senti muitas emoções ao mesmo tempo. Eu fiquei animada pois sabia que iria ser uma experiência totalmente diferente daqui, fiquei nervosa pois o meu inglês não era muito bom e triste por causa da minha família e amigos que não viriam comigo.

Morarnoseua: Em que ano da High School você está?

Gabi: Estou acabando o nono ano, mais conhecido como Freshman Year, que é o primeiro ano da High School entre os quatro.

Morarnoseua: Como foi o seu primeiro dia de aula aqui nos EUA?

Gabi: Com certeza não foi um dos melhores dias da minha vida. Eu só queria voltar para o Brasil e para a minha escola e amigos. Sinceramente eu me senti muito mal, mas depois do segundo dia eu percebi que não era tão ruim assim.

Morarnoseua: Você já falava inglês quando se mudou para cá?

Gabi:Eu fiz alguns cursos no Brasil que foram bons e que me ajudaram mas eu nunca tinha conversado realmente com alguem em inglês o que me deixou muito nervosa. Antes de me mudar para os EUA fiz aula particular com uma professora e foi o que realmente  me ajudou.

Morarnoseua: Você teve aulas de ESL (English Second Language) assim que começou na High School? Tem muitos estrangeiros na sua escola?

Gabi: Sim, eu tive ESL por alguns meses, mas eu não acho que ajudou em muita coisa, me ajudou mais com as lições de casa. Para você ter direito ao ESL tem que fazer uma prova uma vez por ano para avaliar o seu nível de inglês e se o seu nível for considerado “alto” o seu direito ao ESL acaba.

Na minha escola não tem muitos estrangeiros, tem mais na outra High School do distrito, que é onde tem o maior programa de ESL na qual eu estudaria se precisasse de uma ajuda maior com o inglês, mas não precisei. É difícil ver estrangeiro na minha escola, os que tem já estão aqui há muito tempo e nem no programa de ESL eles estão mais.

Morarnoseua: Você sentiu preconceito por parte dos colegas de classe por ser brasileira?

Gabi: Nenhum! O pessoal fica super animado em saber que você é de outro país e que fala outra língua. Mas também tem aquele pessoal que nem liga mas te tratam de uma maneira normal, como qualquer pessoa.

Panelinha em toda a escola tem, mas nunca vi muito, acho que é por eu estar no primeiro ano. Claro que tem as meninas mais populares, os meninos mais populares! Acho que eu estou na média. Conheço algumas pessoas que fazem parte dos grupos mais populares mas eu não faço parte do grupo.

Morarnoseua: Como são divididos os anos da High School?

Gabi: São 4 anos de High School (referente ao Colegial do Brasil). O nono ano (primeiro ano da High School) é  conhecido também como Freshmam. O Sophomore year é o décimo ano, Junior é o décimo primeiro e o Senior é o décimo segundo e último ano de High School.

Morarnoseua: Como é a rotina de aula em uma high School americana?

Gabi: Aqui, diferente do Brasil, os professores não trocam de sala de aula e sim os alunos. Cada professor tem a sua própria sala de aula. São seis aulas por dia e meia hora de intervalo. Os corredores da escola durante a troca de salas são exatamente iguais aos que a gente vê nos filmes americanos e como eu falo “a mochila é a sua arma” na High School. O melhor lanche que tem é pizza mas tem opções mais saudáveis também.

Morarnoseua: Quais as principais diferenças que você notou com relação a sua escola no Brasil?

Gabi: Minhas aulas começam as 7:15 da manhã e terminam as 2:30 da tarde. Cada professor tem a sua sala de aula então são os alunos que trocam de sala e não temos aula com as mesmas pessoas o dia inteiro, o que é diferente do Brasil.

Os professores aqui querem te ver sempre tirando boas notas então eles “não jogam” a matéria em cima de você, eles querem ter certeza de que você entendeu o que foi ensinado. Há alguns dias atrás eu pedi para a minha professora me ajudar com um problema de matemática, ela sentou do meu lado e fez comigo todos os problemas da minha revisão que eram parecidos com aquele que eu tinha dúvida junto comigo.

O ano escolar aqui também é diferente. Começa em Setembro e termina em Julho. Nós temos duas semanas de break entre o Natal e o Ano Novo, outro break em fevereiro (Winter Break) e mais uma semana de folga em Abril,  que é a tão conhecida Spring Break.

Morarnoseua: Quais são as matérias obrigatórias na High School?

Gabi: Vai depender do ano em que você está. Para o Freshmam (9 ano) são matemática, inglês e biologia durante o ano inteiro. Economia, Civics, educação física e Teen Health são apenas durante um semestre do ano (o ano escolar se baseia em dois semestres). Além dessas aulas eu faço Espanhol também.

Morarnoseua: Você pode optar por qual matéria fazer? Quais as opções de atividade extra-classe?

Gabi: Sim, você pode optar por matérias mas tem um número limite dentre varias opções. Eu não tive a oportunidade de escolher para o meu Freshmam Year, mas já escolhi para o meu Sophomore Year.

 Esportes é por temporadas, você tem que se registrar para entrar e depois você vai nos encontros que são semanais.

Aqui os times são normalmente divididos em varsity, que é um nível mais alto, Junior varsity  ou  JV que é um nível médio e as vezes tem um time de Freshmam. Tem os tryouts e pela a sua habilidade eles vêem em qual time você se encaixa.

Morarnoseua: Sei que você é uma cheerleader. Tem todo aquele status que a gente vê nos filmes?

Gabi: Eu achei que ia ser igual dos filmes, mas na verdade é como qualquer esporte, talvez por causa do Estado ou da escola. Algumas pessoas não consideram como um esporte e a gente fica brava, mas é um esporte como qualquer outro e não tem um status muito grande.

Morarnoseua: Como são os testes na High School?

Gabi: Aqui tem 3 tipos de testes. Os Quizzes que são pequenos testes que tem toda semana mas não para todas as aulas, os professores normalmente te avisam uns dois dias antes. Tem os testes que são mais importantes como os BA`S que acontecem no final do capítulo de cada matéria e as Provas finais que acontecem em Janeiro e em Junho.

Morarnoseua: Você acha o comportamento do adolescente americano diferente do brasileiro?

Gabi:  Sim, eu acho que eles são mais esforçados na escola e realmente se preocupam com a faculdade (College).

Morarnoseua: Com relação ao futuro. Você quer voltar para o Brasil ou gostaria de ficar por aqui?

Com certeza eu quero concluir a High School aqui e  o College também!

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar os posts do blog mas não copie e cole.

 

O outono de Michigan

E já  se passou 1 ano que escrevi este post !!! E a estação mais linda do ano está de Volta !!!!!

IMG_5956

Cores do outono, difícil escolher a mais bonita!!

Se há alguns meses atrás vocês me viram aqui no blog encantada com a primavera e o verão de Michigan, esperem para ler o meu relato sobre o outono!
Sei que vou ser repetitiva, mas quem já viu algumas das fotos que eu postei no facebook do blog e no Instagram vai entender o porquê.

Quando as  pessoas, que já moram aqui a mais tempo, me falavam  para esperar chegar o outono para eu eleger a estação mais bonita do ano de Michigan  (isso em pleno verão) eu ficava um pouco na dúvida, mas agora posso concluir: depois de passar as 4 estações do ano inteirinhas aqui nos EUA o outono é sem dúvida, a mais bela das estações! Pena que seja também a mais curta ….

Ele chegou devargazinho, sem dar muito alarde…quando percebi que as folhas mais altas de algumas árvores estavam ficando com  um tom avermelhado, confesso a dizer que me deu um certo medo, pois era indício de que o verão estava no fim  e que dentro de alguns meses estaríamos atolados na neve de novo… mas não teve como não resistir a beleza do outono de Michigan!  Os tons das árvores variam do vermelho para o amarelo-ouro passando pelos tons alaranjados e bordôs. É possível ver todos esses tons nas folhas da mesma árvore! Acho que o que torna a paisagem do outono tão lindas para os nossos olhos brasileiros é que não temos isso no Brasil, por isso essa mudança na coloração das folhas das árvores antes delas caírem no chão se torna tão especial para nós.

A paisagem por aqui começou a mudar em setembro, mas o auge da beleza do outono foi nos primeiros vinte dias do mês de outubro. Foi lindo ver todo aquele verde se tingir de vermelho, amarelo e laranja como tambem foi lindo ver as folhas caindo como chuva forrando o chão com suas folhas coloridas. Impossível não correr pelo gramado pisando nas folhas e escolher a mais bonita para guardar de lembrança do outono!

IMG_5601

Bairro residencial em Canton, Mi

IMG_6014

Todos os caminhos por onde eu passei estavam lindos! Pena que dirigindo não tem como tirar foto, mas quando tinha  a possibilidade de parar o carro e fotografar, não perdia  a oportunidade. Foi o que aconteceu quando passei pela estrada que corta o Hines Park em Northville, quando vi aquela paisagem das árvores amarelo- ouro em cima da colina, estacionei  o carro e lá fui eu subir o morro para fotografar. Foram uma das fotos mais lindas que eu tirei do outono! Fiquei encantada com o tapete natural que se formou no chão com as folhas multicoloridas que caíram, formaram um lindo mosaico de cores!

Nada melhor do que fotos,para ilustrar a beleza do outono de Michigan!

IMG_5928

Hines Park

IMG_5920

Hines Park em Northville – Mi

IMG_5907

Tapete natural!! Lindo!!

IMG_5896

Essa foto é a minha preferida!!! Alguém conseguiu encontrar o esquilo?

Um outro lugar que esta belíssimo no outono é o Kensington Metropark. É um parque tem tem aqui perto e que adoramos! Já estivemos lá em todas as estações do ano, só faltava o outono para fechar o ciclo com chave de ouro!

IMG_5702

Kensington Metropark , Michigan!

IMG_5694

Mais uma foto do Kensington Metropark no outono

DSCN9357

Combinando com a Natureza!

DCIM100GOPRO

Hoje, dia em que estou terminando de fazer as últimas correções no post para publica-lo, lá fora as árvores já estão ficando “peladinhas “e o chão está forrado de folhas que começam a secar perdendo o seu tom colorido. As cores do outono vieram como um presente especial com data de validade de um mês, que  já vão se despedindo para dar lugar, em breve, ao tapete branco do inverno.

Abracos

Juliana