O Primeiro Dia de Aula do Theo nos EUA

Semana passada o Theo começou a frequentar a escola aqui nos EUA . Como ele completou cinco anos em outubro ele esta apto a entrar no Kindergarten da escola pública, série esta que seria o equivalente ao nosso antigo Pré no Brasil. Como aqui está frio, compramos mais roupas de frio para ele ir à escola, já que aqui não existe uniforme escolar nas escolas públicas, além de mochila e lancheira.

O primeiro dia de aula iniciou as 8:30 da manhã porém, como era o primeiro dia, fomos mais cedo para conhecer e conversar com a professora.  Estacionamos o carro no estacionamento da escola e já nos deparamos com aqueles ônibus escolares amarelos tradicionais aqui dos EUA que levam as crianças para a escola. O Theo tem direito a usar o transporte escolar (de graça), mas como ele ainda não sabe se comunicar em inglês eu mesma vou levá-lo e buscá-lo na escola durante estes primeiros meses.

Entramos na escola ele ficou observando tudo, afinal o ambiente escolar aqui é bem diferente do da escola que ele freqüentava no Brasil. Nos dirigimos até a secretaria, fomos bem recebidos e nos acompanharam até a sala de aula dele. Já havia algumas crianças lá dentro e ele ficou observando tudo meio desconfiado. A sala de aula é bem grande e colorida e dividida em vários setores e tem banheiro dentro da sala de aula.  A professora venho ao nosso encontro, ajoelhou na frente do Theo e o recebeu com muita atenção e já foi levando ele para dentro da sala de aula e ele foi numa boa e me deu um “Thau” meio apreensivo. Em seguida chegou uma outra professora, a que vai ficar exclusivamente com ele durante este período de adaptação. Conversamos com ela, explicamos a situação do Theo e ela já foi pra junto dele e eles sentaram juntos em uma mesinha e começaram a fazer uma atividade enquanto as outras crianças iam chegando. Fiquei uns cinco minutos observando ele de longe, como estava tudo bem, viemos embora.

20131211-095744.jpg

Sala de aula do Kindergarten

Fiquei o dia todo com o coração apertado. No período da tarde a professora me ligou e disse que o Theo queria falar comigo, ela passou o telefone para ele e ele disse que estava com saudades e a que horas eu ia buscá-lo.

Quando fui buscá-lo à tarde, ele estava com uma carinha de cansado e meio triste, não estava chorando, mas quando me viu começou a chorar. A professora disse que ele ficou bem na parte da manhã, mas depois do almoço ficou cansado. Viemos para casa, mas ele não quis comentar muito sobre o primeiro dia de aula. No dia seguinte, achei que ele não iria querer ir para a escola, mas para minha surpresa ele foi numa boa, ficamos do lado de fora da sala esperando a professora abrir a porta e ele ficou ao lado dos novos amiguinhos. Quando a professora abriu a porta ele me deu “thau” e perguntou a que horas eu iria buscá-lo. Disse que iria a tarde, depois do almoço e ele entrou na sala super bem. Fiquei o dia todo de olho no telefone, mas ninguém me ligou da escola. Quando fui buscá-lo a tarde ele estava brincando com os amiguinhos no parque bem entrosado com a turma mesmo sem entender o que eles estavam falando. Fiquei muito feliz e na volta para casa ele contou mais sobre o seu dia na escola e falou que foi legal!

Venho o fim de semana e ele perguntou se iria para a escola, quando disse que não, que era dia de ficar em casa com a familia, para a minha surpresa, de novo, ele disse que queria ir para a escola!  Hoje é quarta-feira e ele esta indo super tranquilo para a escola, quando vou busca-lo ele sempre esta feliz. A professora dele me enviou algumas fotos do Theo em sala de aula e deu para ver que ele esta bem entrosado com os amiguinhos. O ensino aqui é bem puxado, todo dia tem lição de casa e um livrinho para ler. Com este intensivão de inglês, daqui a pouco o Theo é quem vai me dar aulas!!

Estão gostando do Blog? Deixem comentários e sugestoes!

Abraços

Anúncios

11 ideias sobre “O Primeiro Dia de Aula do Theo nos EUA

    1. Juliana Fontes Autor do post

      Que bom que voc esta gostando pai, uma forma de vocs ficarem um pouquinho mais perto da gente, sabendo como esta sendo o nosso dia a dia! Pode redirecior o Blog para os seus amigos se voce quiser. Bjos Ju

      Curtir

      Resposta
  1. CLAUDIA QUEIROZ DE REZENDE

    Oi Ju!!!!
    Vi seu blog e ate chorei lendo as coisas que vc escreveu!!!!!
    Nem sei como falar contigo… Vi que dava pra escrever por aqui…
    To muito feliz pela nova fase que estao vivendo… Imaginei cada coisa que escreveu com detalhes… Deve ser tudo de bom estarem ai!!!!! Seu e.mail mudou?? Quero falar com vc!!!!! Saudades, Bjao, Clau (Metodista)

    Curtir

    Resposta
  2. Pingback: Os famosos Ônibus escolares amarelinhos!!! | Morar nos EUA

  3. Adriana

    Muito obrigada por cada relato seu. Me emocionei, como mãe, imagine o que você passou na preocupação da adaptação dele.
    Seu blog está sendo muito útil a minha família. Muito obrigada!

    Adriana

    Curtir

    Resposta
  4. Cristiane

    Olá Juliana!

    Esse é o meu maior medo se nossa mudança para os EUA realmente vingar! Minha filha mais velha tem 3 anos, no início acredito que terei que procurar alguma escola particular pois eu e meu esposo trabalhamos e não tem como deixar em casa até os 5 anos! Mas essa nova rotina, nova língua e metodologias será uma grande novidade para ela!

    Fico feliz como seu filho tem se adaptado super bem e espero que comigo seja assim também!

    Esse post foi de 2013, como ele está na escola hoje? Até qual série geralmente as escolas kindergarten vão?

    Boa sorte para vocês!

    bjs
    Cris

    Curtir

    Resposta
  5. Pingback: Adaptação das Crianças `as Escolas Americanas | Morar nos EUA

  6. Juliana Paiva

    Bom dia,Ju!
    Estou me mudando para Tampa em novembro,com meu marido e meu filho de 4 anos .
    Meu coração está destruido de preocupacoes e remorsos. Estou com muito medo da adaptcao do meu filho,tenho medo dele nao se adaptar a escola ao idioma e tudo mais.
    O Vini è uma criança muito senimental,muito apegado aos familiarea e amigos. E em Tampa seremos só nós 3. Ele sempre chora falando que nao quer ficar longe do quarto e dos avós..
    Ai Ju,li seius textos mais meu coraçao ta parido. Me ajuda,me da uma luz ..
    Será q ele vai ficar doente ? Sera q vai se acostumar?
    Beijos da sua chará
    Juliana

    Curtir

    Resposta
  7. Pingback: Como é ter um filho bilingue | Morar nos EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s