1 ano morando nos EUA

Há exatamente um ano atrás, desembarcávamos no aeroporto internacional de Detroit, desta vez não para passear e sim para morar aqui nos Estados Unidos. Como foi este nosso último ano? Recheado de novas experiências, descobertas, saudades e novas amizades. Depois de um ano morando aqui acho que já dá para fazer um balanço do que está sendo positivo e do que não correspondeu as nossas expectativas aqui nos EUA. Selecionei os cinco pontos positivos e os cinco negativos que para mim são os principais. Procurei ser o mais realista possível para que você, leitor do blog, saiba que tudo tem os dois lados, o bom e o ruim. Também coloquei alguns links para alguns posts que eu escrevi durante esse ano que acho que tem haver com o assunto. E compartilho com vocês também as fotos que marcam as quatro estações do ano, que pela primeira vez pudemos vivenciar aqui em Michigan!

IMG_0197

Novembro 2013 – Final do outono. Chegamos aqui no dia 11 de novembro e as árvores já estavam sem as folhas mas ainda não tinha neve.

Pontos positivos de morar nos  EUA:

1- SEGURANÇA

Se você me perguntar qual o principal motivo que me faria continuar morando aqui a minha resposta seria fácil: Segurança. É claro que tudo tem exceções e gente maluca e má existe em qualquer lugar do mundo, mas a probabilidade de você ser alvo de algum tipo de violência aqui nos EUA é muito pequena. Para mim, poder morar em uma casa sem muros ou portões, chegar a noite em casa e sair do carro tranquilamente, ficar parada no farol com o vidro do carro totalmente aberto (no verão claro!) com a bolsa e o celular no banco do passageiro ao meu  lado, estacionar o carro na rua, andar com minha bolsa e falar ao celular enquanto caminho sem preocupação alguma de  ser assaltada não tem preço. Aqui eu me sinto livre e segura. Esse negócio de ficar olhando para os lados para ver se tem algum suspeito por perto não existe!! Meu filho pode brincar tranquilamente na rua e se ele deixar a bicicleta na calçada no outro dia ela vai estar no mesmo lugar. E é essa sensação de liberdade e segurança que eu quero que o meu filho tenha.

2- APRENDER A SE COMUNICAR EM INGLÊS

Neste 1 ano de EUA o meu inglês melhorou muito. Claro que ainda tenho muito o que melhorar pois só depois que você chega aqui é que você percebe que os anos da sua vida que você passou fazendo aulas de inglês em escola de línguas duas vezes por semana não te ajudam muito na hora de ouvir um americano falando e conversar com ele, mas o que mais me deixa orgulhosa é ver que o meu filho de 6 anos já está fluente em inglês. Criança tem uma facilidade enorme para aprender línguas e ele aprendeu muito rápido! O vocabulário do Theo já está muito melhor que o meu e o ouvido dele afinadíssimo para o inglês ao ponto dos papeis se inverterem e em alguns momentos eu ter que perguntar para ele o que determinada pessoa falou.

IMG_0169

Janeiro de 2014 – pico do inverno em Michigan ! As temperaturas chegaram a impressionantes 30 graus negativos!!

3-ESCOLA

 Desde que chegamos o nosso filho frequenta a escola pública americana (no Brasil ele frequentava escola particular). Optamos em morar em um bom distrito escolar para que ele pudesse frequentar uma boa escola. As escolas públicas daqui me surpreenderam muito. Os ambientes físicos das escolas são perfeitos para as crianças, os profissionais são qualificados e o aprendizado, a disciplina e o respeito pelo professor imperam no ambiente escolar. Escolas de alto nível e de graça!

4-EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

Como é bom dirigir pelas ruas e estradas dos EUA! Os motoristas respeitam os limites de velocidade (com raras exceções) e são educados no trânsito. Raramente escuto alguém buzinar, ninguém fecha cruzamento, todos sabem de quem é a preferência e respeitam a vez do outro motorista. Não existem lombadas, nem valetas, nem buracos e nem motoboys passando no meio dos carros. Existem sim motociclistas que respeitam as leis de trânsito e não dirigem as suas motos como uns loucos. Pedestre aqui é rei e os motoristas sempre param para um pedestre atravessar e o pedestre também faz o papel dele atravessando sempre na faixa e em locais permitidos. E para fechar com chave de ouro aqui nos estado de Michigan não existe pedágio e as estradas são ótimas!!! Cabe lembrar que toda essa educação no trânsito também é fruto de uma policiamento eficiente, firme e justo que não tolera “jeitinhos”. Se você cometer uma infração de trânsito grave aqui,você terá sérios problemas.

5-PODER DE COMPRA

Ao contrário do que muita gente pensa, nos mudamos para os EUA não por causa de um salário maior e sim por uma nova experiência de vida. Se fizermos uma equivalência de valores da nossa renda mensal que tínhamos no Brasil (em Reais) com a que temos  aqui nos EUA (em Dólares) da quase a mesma coisa. A grande diferença é que o preço da coisas aqui são mais acessíveis que no Brasil. Ao contrário dos expatriados que tem suas contas como aluguel, carro, água, luz e gás pagas pela empresa, nos que somos visto H1b pagamos todas as nossas contas e mesmo assim conseguimos ter um padrão de vida bom aqui. Conseguimos comprar um bom carro e podemos nos dar ao luxo de comprar algumas coisas de marcas famosas que no Brasil seriam impossíveis. As pessoas do Brasil costumam falar: ” mas é claro, vocês ganham em dólar, que vale muito mais que o Real”, mas essas pessoas esquecem que a gente faz compras e pagamos nossas contas tudo em Dólar, a diferença é que  os impostos sobre os produtos aqui são menores que no Brasil e assim eles ficam muito mais acessíveis.

IMG_0747

Maio de 2014- Primavera em Michigan!! O verde ressurge!!

Pontos Negativos em Morar nos EUA:

1- SAUDADE DA FAMÍLIA

Hoje posso dizer que esse é o único motivo que faria eu querer voltar para o Brasil neste momento. Estar perto da minha família e proporcionar essa convivência com os familiares para o meu filho. Tem dias que a saudade da família aperta…não tem jeito.

2- SAÚDE

Aqui nos EUA não existe atendimento médico de graça. Você tem que pagar um bom plano de saúde ou senão terá que pagar uma fortuna por uma consulta médica ou exames. Escrevi um post sobre os planos de saúde daqui, é só clicar no link abaixo

Planos  de saúde nos EUA

3-  AUSÊNCIA DE BENEFICIOS PARA O TRABALHADOR

Aqui nos EUA cada empresa tem a sua própria política de benefícios para os funcionários. Aqui não existe 13 salário, nem fundo de garantia, nem licença maternidade remunerada  e nem seguro desemprego. Se você for mandado embora ou pedir a conta você pega as suas coisas e tchau. Com relação as férias elas também são bem curtas por aqui. Em média nos dois primeiros anos o funcionário tem direito a cinco dias de férias por ano, depois de um tempo aumenta para dez dias e depois para 15 dias de férias, trinta dias de férias igual no Brasil é sonho por aqui! Cabe lembrar que para quem é expatriado vale as leis trabalhistas do Brasil.

4- A BARREIRA DA LÍNGUA

Por mais que você estude e se dedique, se você não for fluente em inglês você vai sentir dificuldades em se comunicar com os americanos. Assim como no Brasil a gente não fala português pausadamente e de maneira formal igual nos livros, os americanos também não falam inglês dessa maneira. Eles falam rápido, juntam palavras, somem com outras e usam várias expressões no dia-a-dia que não estão nos livros tradicionais de inglês. Sou uma pessoa que gosta muito de falar e falar rápido, então para mim é frustrante tentar me comunicar e ter que ficar pensando nas palavras que eu vou usar e falar pausadamente. Depois de um ano morando aqui, o meu inglês melhorou claro, mas sei que tenho um sotaque terrível e ainda não consigo desenrolar uma conversa naturalmente com as americanas (como por exemplo, com as mães dos amiguinhos do Theo na escola). Na maioria das vezes tenho que ficar pensando no que eu vou falar e pedir para elas repetirem a pergunta ou falar mais devagar, isso é muito chato, fora as vezes que eu não entendo mesmo e finjo que entendi para dar prosseguimento no assunto.

Como é conviver com os americanos

IMG_3472

Julho de 2014 – O verao de Michigan é lindo!!! Nunca dei tanto valor para o calor!

5- O INVERNO

Pelo menos aqui em Michigan, o inverno é muito frio e com muita neve. No começo é legal e a neve é linda mas depois de um mês você não aguenta mais. Ficar 3 meses no frio, dirigindo na neve e colocando e tirando casaco cansa.

Claro que existem muito mais pontos positivos em morar aqui e mais alguns negativos, mas quis focar nesses cinco que são os principais. No balanço geral posso dizer que fizemos uma ótima escolha em vir morar aqui. Não sabemos por quanto tempo ficaremos em terras americanas ainda , mas neste momento não queremos voltar para o Brasil. A saudade da família é enorme, mas sei que estamos oferecendo uma experiência de vida incrível para o nosso filho, com certeza é o melhor investimento que poderíamos fazer para o futuro dele.

E que venha mais um ano de Estados Unidos!!!

DSCN9351

Outubro de 2014- O outono, para mim foi a estaçào mais linda do ano!!!

Quer saber mais sobre os EUA? Clique no post abaixo!

Coisas dos EUA

Você já mora aqui? Deixe nos comentários a sua opinião. Quais são os pontos positivos e negativos para você?

Abraços

Juliana

Anúncios

15 ideias sobre “1 ano morando nos EUA

  1. Renata Dourado Esteves

    Olá Juliana estou encantada com seus depoimentos e imagens nos EUA especificamente em Michigan.Meu sonho é morar na América e gostei muito de conhecer através de você está cidade tão charmosa e seus nuançes na traça das estações .Parabens pelo blog e se possível gostaria de saber mais sobre Michigan e o estado de Detroit.Felicidades para família !!!

    Curtir

    Resposta
  2. Juliana Fontes Autor do post

    Resolvi colocar uma nova informacao no item sobre as ruas dos EUA. Conversando com amigos que moram aqui a mais tempo que eu, eles me falaram que as ruas e estradas de Michigan sao umas das piores dos EUA!!! Fiquei surpresa pois como a minha referencia e o Brasil, para mim esta otimo!! Valetas e lombadas nao tem mesmo , mas eles me disseram que tem “caido ” em varios buracos e que desde do ultimo inverno as ruas nao foram “consertadas” em alguns lugares. Pois e , tudo depende da sua referencia! Na verdade acho que estou com sorte pois no Brasil eu era a rainha em cair em buracos e ate o momento os pneus do meu carro estao ilesos!!

    Abracos!!!

    Curtir

    Resposta
  3. evanice cibulskis

    Parabens pelo artigo. Muito bom. Morei 13 anos em Michigan e agora estou morando na Florida – Dez mil vezes melhor que Michigan – As estradas sao otimas (nao tem buraco), a infraestrutura (atendimento do governo em geral tipo correo, prefeitura, licensiamento de carros, parques, etc…) e’ excelente. E NAO tem neve aqui !!! Eu sei… neve e’ bonitinha mas depois de uma semana, ninguem aguenta pensar que seu freezer e’ mais quente que a temperatura la’ fora. Nao concordo com o item saude – eu sei que voce pois no lado negativo por causa do Brasil ter, em teoria, a saude gratuita. Mas nada pior que voce depender de uma assistencia gratuita e ela ser precaria ou inexistente. Enfim, cada um tem sua opiniao, Mas eu adoro a saude aqui: Voce pega a lista de exames a fazer antes de ir ao medico, voce faz os exames de laboratorio, raio x, enfim qq exame e eles mandam direto para seu medico. Seu medico receita medicamentos e passa direto pra sua farmacia, que te envia pelo correio, no caso de farmacia on-line, ou voce vai buscar assim que sai do medico. Se o medico receita exames adicionais, ele te liga ou manda uma cartinha no caso do exame nao encontrar nada errado (evita segunda consulta). Normalmente, as consultas sao atendidas no horario marcado – as vezes eles atrasam um pouquinho mas pedem um milhao de desculpas. Nao vou nem falar no atendimento ao idoso…. da historia para um livro. De novo, parabens pelo artigo – continue escrevendo. abracos

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi Evanice, adorei o seu comentario!!!
      E disso que eu preciso no blog! De mais opinioes de pessoas que moram ou ja moraram aqui a mais tempo para ajudar os recem-chegados!!!
      Sobre a saude eu concordo com voce, que os medicos sao otimos, os exames de primeiro mundo e pouco tempo de espera para ser atendido mas o que eu acho ruim e que e muito cara!!! Mesmo tendo um bom plano de saude as co-pays sao muito altas!
      Como estou aqui ha pouco tempo, a minha referencia ainda e o Brasil. La a saude publica e horrivel, nao tem nem o que discutir , mas com o plano de saude que eu tinha eu ia em medicos, fazia exames, e ate o parto do meu filho, foi tudo completamente coberto pelo plano, nunca tive que pagar nada a mais do que ja era descontado do salario do meu marido. Aqui qualquer ida ao medico temos que deixar 40,00 dolares ou mais no consultorio. E essa aparte da Saude dosEUA que eu quis retratar aqui no blog e que me pegou de surpresa quando nos mudamos para Michigan.

      Ja tinha feito mum post sobre os planos de saude aqui, voce chegou a ler?

      https://morarnoseua.com.br/2014/10/03/ponto-negativo-dos-eua-planos-de-saude/

      Continue acompanhando o Blog e deixando suas opinioes!!!

      Abracos

      Juliana

      Curtir

      Resposta
  4. GISELE

    Olá, meu nome é Gisele.

    Bem por grande coincidência vim parar no seu blog, e sinceramente eu gostei demais.
    Pela manha li metade do seu blog, falta só tres meses para ler tudo kkkkk

    Enfim eu achei muito legal sua decisão e sua força de mudar de país, e eu me identifiquei muito com voce em alguns pontos. Em particular se tiver algum email para que eu possa tirar algumas duvidas e saber sobre alguns outros detalher.

    Obrigado, beijos

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi gisele, que bom quer gostou do blog!
      As duvidas podem ser tiradas aqui no blog mesmo assim pode ajudar outras pessoas com as mesmas duvidas ou se voce preferir me envia um mensagem pelo facebook do blog.

      Abracos!

      Juliana

      Curtir

      Resposta
  5. Gleiciani Silveira

    Ola Juliana, tudo bem? Eu adorei ler o seu post, vc conseguiu expressar exatamente tudo que eu sinto, sem retirar uma virgula. Eu, meu marido e meu filho estamos morando em Michigan 1 ano e meio. Simplesmente eu adoro esse lugar, como vc disse temos liberdade de sair sem ter medo de assalto, as escolas sao otimas e gratis, nao temos engarrafamento, entre outros. Como vc, nao temos vontade de voltar para o Brasil agora, mesmo com tanta saudade da familia…… E sobre o ingles, sinto o mesmo, algumas vezes finjo entender para dar continuidade ao assunto e outras vezes tenho que perguntar ao meu filho :”O que ele falou?”. Como eu disse, foi otimo ler o seu depoimento. Parabens pelo Blog…
    Abracos!!!
    Gleici.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
  6. Mary Mariana

    estou para ir morar 2 anos. Mas confesso q nunca gostei dos EUA. Meu filho e marido falam inglês e conseguem se comunicar bem. Meu filho só tem 8 anos e adora ir viajar aos EUA, mas toda vez que voltamos fica eufórico pela nossa comida. A única coisa q me atrai é a segurança q não temos. Acho o custo de vida aí bem alto. Não vi muita vantagem a não ser poder ter um carro melhor. Quanto as roupas acho caras e de má qualidade depois q a produção virou chinesa. Só comparar um jeans Levis fabricado em são Paulo e outro americano. Prestem atenção e verão a falta de excelência. Claro que aí nem famosa a Levis é, por isso custa o equivalente a 120 reais, hoje com nosso dólar a 3 reais e aqui custa 300 ou mais. Tb não suporto a comida. Fiquei estarrecida em Orlando com a quantidade de porcarias nas prateleiras e o quanto a comida é ruim. Comida gostosa apenas hamburgueres e nem todos. A obesidade e gente sem plano de saúde me pareceu chocante também. Marido diabético adorou as gôndolas repletas de opções diet! Mas fiquei preocupada nele almoçando fora de casa. Amei, amei… As cozinhas americanas onde nem lavar tampinhas de fogão precisamos rsrs… E temo pela minha saúde e adaptação ao estilo de comida nas prateleiras. Fiquei realmente impressionada com o preço de uma laranja e uma banana q em Orlando custam 5 reais a unidade. Só como experiência mesmo! Pois no mais, não vi muita vantagem. Adorei seu blog. Beijos quentinhos do Brasil.

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi Mary!
      Quando eu vinh para ca como turista tambem achava as comidas pessimas! Mas depois que a gente mora um tempo aqui acabamos descobrindo onde comprar as coisas. Aqui em casa, so saimos para comer fora aos fins de semana, durante a semana eu quem cozinho, a mesma comida que comiamos ai no Brasil, arroz, feijao, carne, salada e frutas e e cessa comida que o maridao e o filho levam para o trabalho e para a escola. Evito ao maximo as porcarias americanas, que aqui tem de monte claro! O preco da comida e mais caro que no Brasil sim, nao tem jeito… a laranja e cara mesmo, mas ai voce pode trocar por outras frutas da estacao que tem por aqui.
      Como ja falei em outro posts, tudo tem uma lado bom e o lado ruim…. Eu sempre quis ter essa experiencia de morar em outro pais e nao me arrependo de estar morando aqui nos EUA. Como voce vai vir mesmo, venha com a mente aberta e aproveita essa oportunidade de conhecer uma nova cultura e por que nao aperfeicoar o seu ingles e se comunicar tao bem quanto o seu marido e seu filho!
      Para mim, os pontos positivos em morar nos EUA sao maiores que os negativos, mas cada pessoa reage de uma forma com essa mudanca de vida!

      Boa sorte e se precisar de um Help e so entrar em contato!
      Boa sorte !
      Juliana

      Curtir

      Resposta
  7. Therezinha

    Oi Juliana!

    Gosto muito das suas dicas e elas tem me ajudado bastante, pois eu e meu marido estamos planejando uma mudança para EUA.

    Infelizmente não temos contatos por ai para tirar todas nossas dúvidas… Então.. Vc poderia nos ajudar?

    Por causa da internet, nós temos uma noção de custo de aluguel para morar na América, mas e os outros gastos, como agua, luz, gás, plano de saúde…. São pesados?

    Estamos fazendo uma pesquisa pesada nesse sentido para quando chegarmos, não ter nenhuma surpresa a mais.

    Meu marido já morou em Oklahoma a muitos anos, mas como estudante. Por isso estamos sem uma noção nesse sentido.

    Desde já agradeço sua ajuda!!

    Abraços, Therezinha

    Curtir

    Resposta
  8. Pingback: 3 anos morando nos EUA | Morar nos EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s