Arquivo da tag: Michigan

Acampamentos de Verão 2018

Este ano nos programamos com antecedência e conseguimos fazer cinco acampamentos durante o verão. Como já falei em posts anteriores aqui no blog, durante o verão de Michigan os campings e a rede hoteleira da região das praias ficam lotados, então tem fazer as reservas com antecedência, principalmente para quem só tem a opção de viajar durante os finais de semana.

img_4767

Nossos 5 campgrounds deste verão (foto:@moraranoseua)

Listei abaixo um pequeno resumo de cada campground e as vantagens e desvantagens de cada um sob o meu ponto de vista. Espero que vocês gostem do post e que sirva de sugestão e inspiração para quem quiser acampar no próximo verão!

1-Warren Dunes State Park

Foi o nosso primeiro camping do verão e estávamos super empolgados para acampar! O lugar me surpreendeu bastante pois fomos sem ter nenhuma indicação ou recomendação de alguém que já tivesse acampado por lá e foi uma ótima surpresa!

img_2116

Praia e dunas do Warren Dunes State Park (foto:@moraranoseua)

Fiz um post completinho sobre este nosso primeiro acampamento, é só CLICAR AQUI para ler mais.

img_2169

Preparando o almoço (foto:@moraranoseua)

img_2112

Praia com faixa de areia bem grande no Warren State Park (foto:@moraranoseua)

Pontos Positivos: A área do campground é super arborizada, banheiro bom, playground para as crianças, lojinha de conviniencia dentro do campgroud que vendia itens básicos como repelente, protetor solar, lenha e gelo. Praia com faixa de areia grande, com banheiro na praia e barraquinhas de sorvete, bebidas e food trucks.

Pontos Negativos: Para acessar a praia  tínhamos que ir de carro pois era longe  (aproximadamente 1 milha) para ir a pé com as crianças.  Observei que alguns sites  ficaram um pouco “alagados” depois da chuva que caiu durante a noite, então prestar atenção quando for reservar o site (está escrito se o site tem risco de alagar ou não), os sites que ficam  perto da estrada podem ter problema com o barulho dos carros. Não tem pia para lavar louça e nem ponto de água no próprio site (e sim espalhados em alguns pontos do campground)

2- Tawas Point State Park

Outro camping de State Park mas desta vez voltado para o Lake Huron. A cidadezinha onde o camping está localizado  é legalzinha com marina, lojas, sorveteria e mercado de rede. Este camping tem uma praia pequena de águas calminhas e de fundo de areia voltada para o lado de dentro do Lake Huron e outra bem grande, porém com vento forte e ondas voltada para o lado de fora do Huron. Tinha até pessoas fazendo kitesurf  para se ter uma idéia de como ventava por lá. Tem uma trilha  que chega em um farol  bem bonito onde tem uma lojinha de souviniers e sorvete.

Pontos Positivos: Sites de tamanho bom, banheiro excelente, pia para lavar louça e prainha de água calma para as crianças (do lado de dentro).

Pontos Negativos:  alguns sites não são muito arborizados, então se pegar um dia de sol forte a barraca vai virar uma estufa.

img_2805

Prainha do Tawas State Park (foto:@moraranoseua)

img_2824

Michigan e seus faróis! (foto:@moraranoseua)

img_2797

Todos os campgrounds tinham playgrounds (foto:@moraranoseua)

img_2703

Apenas no Tawas State Park e no Silver Lake Jellystone tinha pia para lavar a louça. (foto:@moraranoseua)

img_2688

Camping tem que ter fogueira e S’Mores a noite! (foto:@moraranoseua)

3 – Camping Petosega

É um camping privado (não é dentro de state park) e foi o camping que eu estava com a maior expectativa para ir pois ficava a vinte minutos de Petoskey que é uma cidade que eu adoro aqui em Michigan, porém o tempo não colaborou e pegamos muita chuva durante todo o final de semana tornado esse acampamento o mais perregue da temporada! Foi um tal de colocar lona para proteger a barraca, roupas, toalhas e até travesseiros úmidos!  O lugar do camping em si era bem legal com lago com prainha, playground novinho em frente a praia, píer para pesca e trilhas para bike ou caminhada, mas por causa da chuva não conseguimos aproveitar muito bem.

img_4206

Lago do Camping Petosega (foto:@moraranoseua)

img_4207

É sempre uma ótima opção levar as bikes nos acampamentos!(foto:@moraranoseua)

img_4185

Nem tudo são flores, quando chove tudo vira um caos e uma bagunça!! (foto:@moraranoseua)

Pontos Positivos Sites bem privativos com mata e arbustos separando-os (se bem que para quem vai em grupo de amigos como nós, quando os sites não são separados pela mata a convivência fica mais legal). Banheiro bom, playground legal para as crianças. Fica á 20 minutos de Petoskey, que é uma cidade grande para os padrões de Michigan, então dá para passear na cidade, jantar em restaurante e se precisar de alguma coisa de emergência tem Walmart.

Pontos Negativos: É longe (de onde moramos levamos quase 5 horas para chegar lá), tem uma pequena lojinha de conveniência mas só vende gelo, para comprar lenha tem que sair do camping.

Tem post sobre PETOSKEY AQUI!

4- North Higges Lake State Park

Este camping com certeza foi um dos meus preferidos e já esta na listinha dos campings para voltar no próximo verão! Ele fica dentro de um state park que tem um lago enorme com praia de areia. Perfeito para as crianças brincarem e para quem gosta de passear de barco, fazer ski/wakeboard ou velejar. E teve a noite de céu estrelado mais lindo que eu já vi aqui em Michigan!

img_4523

Praia do North Higges State Park (foto:@moraranoseua)

img_4506

Será que a criancada curtiu? (foto:@moraranoseua)

img_4516

Recomendo fortemente para quem vai acampar essa cobertura para colocar sobre a mesa, protege contra a chuva, o sol e evita de ficar caindo folhas nas comidas. (foto:@moraranoseua)

Pontos Positivos: Tem praia de lago perfeita para crianças com playground, churrasqueira  na beira da praia e várias mesas de picnics espalhadas pelo local. Tem trilhas de bikes, banheiro grande na área da praia, acesso para colocar barco na água e estacionamento para as carretas. O site tinha tamanho bom (prefira os afastados da estrada e evite os de esquina) e fica pertinho do Hartwick State Park onde tem uma das únicas florestas de pinheiros brancos (White Pines) que restaram Michigan, ótima opção de passeio.

Pontos Negativos: banheiro muito pequeno o que dificulta na hora de dar banho nas crianças (mas a ducha era boa) e dependendo do local do seu site o banheiro fica meio longe. Não tinha ponto de água em cada site e sim alguns de uso comum espalhados pelo camping, não tinha pia para lavar louça. Não tem lojinha de conveniência dentro do state park mas tem um posto de gasolina pertinho onde dá para comprar gelo e lenha.

5- Silver Lake Jellystone

Outro campground privado e foi o nosso último camping do verão.  Já estivemos em Silver Lake várias vezes e é um lugar muito lindo, com muitas dunas e perfeito para quem gosta de aventuras  Off-Road. Foi a segunda vez em que ficamos neste camping e a grande vantagem é que ele fica no centro da cidade (que é praticamente uma rua). Como levamos as bicicletas era só sair do camping pedalando e já estávamos no centrinho onde tem arcade (aqueles lugares de games que a criançada adora), Kart, sorveteria, mercadinho, lojinha e pizzaria. Também dá para ir pedalando até a praia do state park da cidade que é uma delícia para as crianças com playground praticamente na areia.

img_4879

Nosso último campground. (foto:@moraranoseua)

img_4941

Esta rede de campground é bem voltada para as crianças e tem até piscina!!! (foto:@moraranoseua)

img_4924

Silver Lake!! Mais um destino lindo aqui de Michigan!! (foto:@moraranoseua)

Para conhecer Silver Lake CLIQUE AQUI.

Pontos Positivos: os sites são bem grandes, fica praticamente perto da cidade, tem piscina externa climatizada, playground, arcade, tem pia para lavar a louca, ponto de água no site, banheiro com ducha forte e que não precisa ficar acionando a cada minuto para sair água, bem arborizado e tem lavanderia caso precise lavar roupa (quem fica muitos dias acampando). Tem lojinha de conveniência e vende lenha e gelo no próprio camping.

Pontos Negativos: É mais caro que  os states parks ($50 dólares por noite contra $30 dólares nos campings de state park), como ficava  próximo do centrinho não era tão silencioso a noite. O fire-pit não era revestido com concreto o que o torna meio perigoso para as crianças (o metal onde é colocada a lenha dentro fica muito quente).

Mais informações clicando no link  abaixo

Michigan Shoreline

Para quem gosta das fotos das nossas viagens tem várias delas no meu instagram @morarnoseua, é só dar uma passada por lá!

Um grande abraço a todos

Juliana Fontes

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog (citar a fonte) mas não copie e cole.

Anúncios

Sleeping Bear Dunes National Lakeshore – Glen Arbor

Sleeping Bear dunes (foto: @moraranoseua)

Diferente dos anos anteriores, desta vez planejamos com antecedência e viemos passar a semana do feriado de 4 de julho aqui em Glen Arbor, o nosso cantinho de verão preferido em Michigan.

A cidade de Glen Arbor fica localizada na Leelanau península, na área conhecida como Northern Michigan  da lower península e dentro do Sleeping Bear Dunes National Lakeshore. É uma cidade pequenininha com estilo praiano com opção de restaurantes e lojas bacanas e um dos pontos de partida para um dos pontos turísticos mais famosos de Michigan o Sleeping Bear Dunes National Lakeshore (parque nacional de 71,000 acres que se extende desde a cidade de Empire até Leland).

Sleeping Bear Dunes Nacional lakeshore (foto: @moraranoseua)

Por do sol em Glen Arbor (foto: @moraranoseua)

Toda a região é repleta de trilhas tanto para caminhadas como para bikes e é o lugar perfeito para quem gosta de estar em contato com a natureza e fugir das cidades maiores. O Visitor Center do parque fica na cidade de Empire mas você vai conseguir informação e mapas em qualquer uma das cidadezinhas que fazem parte do complexo de Sleeping Bear.

Lake Michigan Overlook (foto @morarnoseua)

Para visitar a região das dunas, trilhas e praias que pertencem ao Sleeping Bear Dunes National Lakeshore é necessário pagar uma taxa de $20 dólares por carro que é válida por uma semana. Esta é a quarta vez que visitamos as famosas dunas e a vista do lago Michigan lá de cima  (Dune Overlook) sempre tira o meu fôlego! Lembrem-se de não passar reto pela entrada da estradinha que chega até o topo da duna (tem placas de sinalização com o nome Stocking Scenic Drive) além disso,  quando comprar o ingresso do parque, você irá receber um jornal com informações da região e um mapa do local, não tem como errar!

img_4285

Este mapa está dentro do jornal que você recebe ao pagar a  taxa para poder entrar na área do parque

Dune Overlook (foto: @morarnoseua)

Para quem gosta encarar uma subida de duna, outra opção é o Dune Climb, outro ponto bastante visitado. Você terá uma vista bem bacana do Glen Lake lá de cima (se olhar para trás), mas você não vai conseguir ter uma vista do lago Michigan depois de encarar a primeira subida. Do topo é ainda preciso encarar uma trilha para chegar no mirante. Aconselho a ir de tênis, boné, levar água e muito protetor solar. Não recomendo ir com crianças pequenas já que essa trilha é considerada de nível avançado e tem 3,5 milhas.

Foto – @morarmoseua

Nossa primeira vez em Sleeping Bear (clique aqui)

img_4284-1

Principais atracoes de Sleeping Bear (foto do jornal que recebemos ao pagar a taxa para entrar no parque)

Fizemos a reserva no hotel no começo de Maio, já que a opção hoteleira por aqui é pequena, principalmente se você pretende ter acesso ao Glen Lake. Como das outras vezes que estivemos aqui ficamos hospedados no Maple Lane Resort que tem uma prainha privativa no Little Glen Lake. Além do acesso ao lago, eles oferecem a opção de quarto do tipo kitchenette que tem uma mini cozinha, o que é ideal para preparar comida para as crianças. Na praia eles disponibilizam caiaque e paddle para os hóspedes e píer.

O hotel é simples mas bem agradável com quadra de areia , campfire para fazer s’mores a noite, um pequeno playground (poderia ser melhor), mesas de pic-nic e churrasqueiras espalhadas pelo gramado . O café da manha oferecido na diária é bem fraquinho e é servido na cozinha comunitária do hotel (Gathering room).

Para nós o grande atrativo de ficar hospedado nesse hotel/motel e não em algum outro hotel da cidade  é o acesso ao Glen Lake, lago cristalino, com fundo de areia, raso e água em temperatura agradável para as crianças. Ótimo para passar o dia todo andando de barco, fazendo wakeboard ou simplesmente se refrescando e tomando sol!

img_3377

Motel Maple Lane Resort

img_3360

Área externa do hotel em que ficamos hospedados

img_3554

Prainha que pertence ao hotel que ficamos no Glen Lake (foto: @moraranoseua)

Para quem não vai ficar hospedado na margem do Glen lake (o lago possui 2 lados separados por uma ponte, o lado maior é chamado de Big Glen lake e o menor de Little Glen lake), ele possui três acessos públicos. Um é exclusivo para colocar e retirar os barcos do lago (boat acess). Tem um acesso pela picnic área no little Glen lake quase em frente ao Dune Climb e um outro no big Glen lake em uma área chamada founders picnic area com área para picnic, playground, acesso para caiaque, pier e uma prainha com faixa de areia estreita.

Glen Lake – olha a cor da água desse lago! (Foto:@morarnoseua)

Glen Lake é perfeito para as crianças! (Foto:@morarnoseua)

Em Glen Arbor a única opção de campground é o D.H. Campground que é do tipo “rústico”. Na beira do Glen lake tem algumas opções de “hotel” (entende-se por motel tipo o que a gente vê nos filmes americanos) ou cabanas e há também as opções de casas de veraneio para locação. Na cidade tem opções de bed&breakfast e mais alguns hotéis pequenos. Tudo lota nesta época do ano, então a reserva tem que ser feita com antecedência.

Opções de camping em Sleeping Bear

Para encontrar hotéis em Glen Arbor e região é so fazer uma busca em sites como o Hotels.com ou Expedia.com. Para locação de cabanas/cottages tem opções no Airbnb e no Trivago, o que vale muito a pena quando vai um grupo de amigos.

Desta vez, como tínhamos mais dias para explorar a região, fizemos passeios novos como navegar de caiaque pelo Crystal River. A empresa que faz o passeio fica bem no centrinho de Glen Arbor e se chama Crystal River Outfitters   e eles te levam de van até o ponto de saída dos caiques. Recomendo ligar antes ou ir até o local pessoalmente para fazer a reserva dos caiaques já que a procura é grande. O passeio é super tranquilo para ir com crianças pois o rio é raso, de água cristalina e de correnteza bem suave e o trajeto é feito a favor da correnteza então não precisa remar muito.

Crystal River (foto: @moraranoseua)

Crystal River – olha a agua cristalina deste rio! (foto: @moraranoseua)

O Leo foi em um caiaque duplo ($58 dólares) com o Theo de 9 anos e eu fui no caique simples (R$36 dólares) com o Thomas de 2 anos no meu colo. Por estarmos com as crianças optamos pelo trajeto curto que durou uma hora e meia, mas no final o Thomas já estava meio cansado e foi para o caique no colo do pai para mudar um pouco. Quem estiver sem criança ou com crianças maiores pode fazer o trajeto completo que dura aproximadamente 3 horas dependendo da intensidade das remadas.

Crystal River(foto: @moraranoseua)

Caiaque no Crystal River (foto: @moraranoseua)

Outro lugar novo que conhecemos dessa vez foi Glen Haven, uma vilinha histórica entre Glen Arbor e a Dune Climb. A praia de lá tem faixa de areia estreita mas é ótima para tomar sol e para as crianças brincarem, mas como toda praia voltada para o lago Michigan a água é gelada mesmo no verão.  Tem um museu marítimo (pequeno mas bem legal para as crianças) e uma lojinha antiga onde é possível obter o carimbo do Sleeping Bear National Park no passaporte (você pode estampar os carimbos de todos os parques nacionais no seu passaporte como marco da sua visita nesses lugares). Como não estávamos com os passaportes, o Theo carimbou no Summer Jounal que ele está escrevendo durante as férias.  E para os pais e mães de plantão, do lado dessa loja tem um banheiro público com fraldário, espaçoso e limpíssimo, então podem curtir a praia de lá tranquilos com a criançada.

Praia em Glen Haven(foto: @moraranoseua)

Também vistamos a cidade de Leland, que fica a meia hora ao norte de Glen Arbor. É outra cidade gracinha de Michigan e de onde saem os ferrys para visitar as ilhas de Manitou. A cidade é famosa pela vilinha histórica de Fishtown, onde hoje em dia só restou uma peixaria as outras casinhas se transformaram em lojinhas e restaurantes charmosos na beira do rio que desagua do lago Michigan. Não exploramos muito a cidade, ficamos mais na região da Fishtown e no centrinho onde tem diversas lojinhas típicas de cidade de praia.

Fishtown em Leland (foto: @moraranoseua)

Leland (foto: @moraranoseua)

Pescaria em Fishtown (foto: @moraranoseua)

(Foto:@morarnoseua)

Para quem tiver tempo para explorar mais a região de Leland, recomendo ir até Northport, lá na pontinha mais ao norte de Leelanau (tem um State Park lá) e voltar pela costa leste da península explorando as várias vinícolas e cervejarias que tem na região até chegar em Traverse City.

No trajeto entre Glen Arbor e Leland pela M22 você passa por um outro ponto bem conhecido chamado Pyramid Point Overlook. Tentamos passar lá na volta mas pegamos a trilha errada com o carro que foi pela parte de baixo em direção as praias. Mas nenhum passeio é dado como perdido, resolvemos parar e lá fui eu com o Theo dar uma espiada na praia que era bem bacana, de pedras e mais selvagem (me lembrou as praias de Munisng na Upper Península), mas o melhor foi atravessar a pé um rio para chegar na praia, o que para o Theo foi mais legal que ver a praia em si.

.

travessia de rio para chegar na praia

Praia na região do  Pyramid Point com a ilha de North Manitou ao fundo

Mas Voltando ao Pyramid Point, pelas fotos que eu vi a vista de lá é bem parecida com o Dune Overlook e a trilha para se chegar lá é tranquila. Da próxima vez vou analisar direito o  mapa e pegar o caminho certo e  tentar conhecer esse outro ponto do Sleeping Bear Dunes National Lakeshore.

Outra área que ainda não exploramos é a região de Empire, que é aonde fica o visitor Center (headquarters) do Sleeping Bear Dunes Nacional Lakeshore. Dizem que o por-do-sol nas praias de lá são espectaculares  e tem outra trilha famosa com vista incrível para o lago Michigan chamada Empire Bluff Trail.

Dica de roteiro na Leelanau peninsula

Mais sobre as praias de Michigan clique aqui

Sobre a alimentação durante a viagem, tenho que confessar que não aguento mais comer comida americana, [e sempre a mesma coisa, tem tudo o mesmo gosto com algumas poucas exceções. Como no nosso quarto do hotel tinha cozinha, fazíamos as nossas próprias comidas, coisas simples que criança gosta como macarronada, arroz com franguinho desfiado, noite do hamburger, sanduiches naturais, muitas frutas e por ai vai.

Riverfront Pizza em Glen Arbor

Saímos para comer fora apenas dois dias. Comemos uma pizza muito boa (para os padrões americanos) no Riverfront Pizza. O lugar fica na beira do rio em que fizemos o caiaque, é minúsculo e funciona no esquema delivery, mas tem algumas poucas mesas disponíveis na beira do rio. E no dia de virmos embora almoçamos no tradicional Boone Docks, um restaurante com bar e lojinha que ocupa toda a esquina da rua principal da cidade bem em frente ao único mercado da região, o Andersons Glen Arbor Market. Um outro restaurante bem  típico da região é o Cherry Republic famoso pelas tortas de cereja e o Arts Tavern.   E para fechar, o melhor sorvete da cidade para o nosso paladar é o The Pine Cone, bem ali na rua principal.

Comeco da noite do feriado de 4th July (Foto:@morarnoseua)

Sei que este post saiu meio tarde já que metade do verão de Michigan já passou, mas ainda esta em tempo para quem não conhece, ir para a região do Sleeping Bear e vale lembrar que no outono, mesmo já estando mais frio a paisagem na região é espetacular!

Um grande abraço a todos

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog (citar a fonte) mas não copie e cole.

As Praias de Michigan

IMG_1769

Glen Lake -MI (foto: @morarnoseua)

E foi dada a largada para o verão de Michigan! Depois de um longo inverno temos praticamente 4 meses para passear, desbravar e conhecer os lugares lindos que temos aqui em Michigan os quais infelizmente ficam praticamente inacessíveis durante os meses de inverno, principalmente as praias (de lago, mas para quem não tem mar por perto está valendo).

A primeira dica que eu dou é que se você pretende passar o final de semana ou mais dias nesses lugares, você deve fazer a reserva dos hotéis agora! Michigan tem uma rede hoteleira bem fraquinha e tudo lota muito rápido, até os campingrounds para quem gosta de acampar.

Alguns desses lugares nós já estivemos algumas vezes, então ao invés de escrever tudo de novo eu vou deixar um link para o post já existente aqui no blog sobre o lugar.

Em cidades maiores como Traverse e Petoskey acontece agora no verão as “restaurant week” onde você encontra uma boa relação custo/benefício para jantar uma comida diferenciada nos restaurantes participantes (checar calendário de eventos das cidades). Nas demais cidadezinhas as opções de restaurantes não fogem muito daquele padrão de comida americana “tudo com o mesmo gosto” (sorry american friends, but it’s true).

E não se esqueçam do protetor solar, do repelente e de comidinhas para aquela “farofa” básica na praia, já que aqui não tem barraquinhas de praia como no Brasil.

MACKINAC ISLAND

Mackinac Island (foto: @morarnoseua)

Na minha opinião esta pequena ilha situada entre a LP e a UP aqui de Michigan merece o primeiro lugar. Primeiro pela sua localização, já que como não é permitido carro na ilha o único meio de se chegar até ela é de ferry, o que já é um passeio diferente. Segundo pelo meio de locomoção ser apenas a pé, de bicicleta ou cavalos. Terceiro, a arquitetura das casas é linda e tem toda uma história sobre o povoamento desta pequena ilha e por último ela é linda, as praias mesmo que de pedras, fazem a alegria das crianças além de ter várias trilhas repletas de natureza! E aproveitem para passear por Mackinaw City também e cruzar a Macknac bridge.

Link sobre o nosso passeio a Mackinac island aqui.

TRAVERSE CITY

Para mim é a cidade de “praia” mais badalada de Michigan. Tem  inúmeras opções de passeios e gastronomia. Até vinícolas tem por lá. Se estiver hospedado em Traverse indico fazer um bate-volta na cidade de Charlovoix, que é uma graça e conhecer a região da Leelanau península.

Link para post sobre Traverse City aqui.

SLEEPING BEAR DUNNES

Sleeping Bear (foto: @morarnoseua)

Um dos “must see” de Michigan e que já foi eleito um dos lugares mais bonitos dos EUA. A vista do Lake Michigan do alto das dunas é de tirar o fôlego e o melhor é que o acesso é fácil, então é tranquilo para ir com as crianças. Do ladinho de sleeping bear fica a cidadezinha de Glen Arbor casa do famoso Glen lake, lago de água cristalina e de cor azul incrível (pois o fundo dele é composto da areia que vem das dunas), ótimo para crianças, mas como ele é um lago privado você tem que ter reserva em um dos poucos hotéis que dá acesso à ele ou locar uma casa para a temporada nas margens do lago.

Glen Lake – MI (foto: @morarnoseua)

PETOSKEY

Petoskey (foto: @morarnoseua)

Outra cidade de “praia” gostosa de passear com a família no verão para curtir a praia e procurar pelas famosas Petoskey stones com as crianças. Ponto de partida para o famoso “tunnel of trees” e para a pequena vila de Harbor Springs.

Link para o post da nosso viagem para Petoskey no outono aqui

SILVER LAKE SAND DUNNES

Silver Lake – MI (foto: @morarnoseua)

Está aí um lugar que sempre vamos. Tem um camping muito legal para se ficar com as crianças (que tem piscina) o qual fica bem no centrinho da cidade (O Yogi Bear Jellystone), então dá para ir passar a pé com a criançada. Tem uma prainha do state park ótima para crianças com playground, banheiros e um dos pores de sol mais lindos de Michigan! E para os que gostam de emoção tem os passeios de 4X4 nas dunas.

Se estiverem em mais amigos vale a pena alugar um barco para passear pelo Silver Lake e atracar do outro lado, na base das dunas.

Silver Lake- MI (foto: @morarnoseua)

Link para Silver Lake aqui

MUNISING

Munising – MI (foto: @morarnoseua)

Se a sua intenção é se aventurar pela Upper Península está cidade é a casa das Pictured Rocks e da famosa rota das cachoeiras em Michigan. Já estivemos lá e tem post completo no link abaixo.

Link para o post do nosso passeio para a Upper Peninsula aqui.

Pictured Rocks (foto: @morarnoseua)

LUDINGTON STATE PARK

Ludington State Park (foto: google)

Para mim um dos states parks mais bacanas de Michigan que reúne em um lugar só lago, rio e “mar”. Este parque lota no verão e se você pretende acampar nele as reservas tem que ser feitas em abril. Mas se não consegui fazer reserva da para se hospedar na cidade e passar o dia no parque. Cabe lembrar que para entrar nos states parks você tem que ter o selo na placa do carro (recreation passport) que voce solicita na Secretary of States.

GRAND HAVEN, SOUTH HAVEN e SAINT JOSEPH

Grand Haven (foto: @morarnoseua)

Cidades de praia bem parecidas margeadas pelo lago Michigan. Por estarem mais ao sul a água costuma ser menos fria se comparada as praias mais ao norte. Os hotéis lotam no verão, então façam a reserva com antecedência.

TURNIP ROCK

turnip Rock (Foto- gloogle)

Ainda não estivemos lá mas é um dos cartões postais de Michigan. Fica na cidade de Port Austin no Lake Huron, ali bem no “polegar” do mapa de Michigan. O único jeito de ver a turnip rock é de canoa, então é mais indicado para pessoas com filhos maiores.

HOLLAND

Holland -MI

Outra cidade gostosa para se passear com a família, fica pertinho da praia e que hospeda o famoso festival de tulipas no mês de Maio.

Espero que tenham gostado das dicas! Sei que ando sumida por aqui, mas vou tentar postar mais coisas agora no verão, principalmente dicas de passeios já que temos bastante coisas legais programadas. Sigam o blog no Instagram, estou mais ativa por lá @morarnoseua

Moradores de Michigan, se tiverem mais dicas de praias por aqui deixem nos comentários! Adoro quando vocês interagem com o blog, leio tudo!!

Abraços

Juliana

4 anos nos EUA e o futuro do blog

IMG_6176

Outono de Michigan 2017 – foto @morarnoseua

 

Hoje, dia 10 de novembro de 2017 faz exatamente 4 anos que deixamos a nossa vida redondinha, casa legal, cidade bacana, emprego, familiares e amigos para começar tudo do zero em outro país. Olho para traz e parece que foi ontem, como passou rápido! Quanta coisa aconteceu, o quanto que aprendemos, desafios, saudades…e no meio disso tudo este blog que me colocou em contato com tanta gente na mesma situação que nós e que fez o meu caminho se cruzar com de pessoas novas (algumas que tive o prazer de conhecer pessoalmente e que se tornaram minhas amigas),  que chegaram aqui em Michigan alguns anos depois da gente mas que encontram aqui, algumas respostas e caminhos para as dúvidas tão frequentes durante este momento de mudança e adaptação.

Quatro anos se passaram desde que escrevi o primeiro post aqui e uma das perguntas que eu mais recebo hoje é: “Você ainda escreve o blog Juliana?” ” O blog acabou?” e a resposta é NÃO, o blog não acabou! O que acontece é que desde que o meu segundo filho nasceu eu não consegui ainda me organizar para reservar um tempo para sentar e compartilhar as nossas experiências aqui no blog e outra, eu acho que não tenho mais tanta novidades para escrever aqui, depois de 4 anos a vida já entrou em uma rotina. A finalidade principal quando iniciei o blog, era compartilhar a nossas experiência durante a fase desta grande mudança de vida que tivemos há quatro anos atrás. Escrevi muito sobre o nosso período de adaptação, as coisas novas que aprendemos, compartilhei dicas praticas  como tirar a carteira de motorista, locação de casa, as escolas nos EUA entre outras coisas. Todos essas informações estão aqui no blog e sei que continuam ajudando muitos recém chegados por aqui.

Ultimamente, o tempo que eu tenho para o blog esta sendo dedicado mais para a página do blog no Instagram. Lá eu consigo juntar duas coisas que eu gosto muito que é a fotografia e o escrever. Então para você que sente falta de posts mais frequentes por aqui ou que quer saber como anda a nossa rotina depois de 4 anos em terras americanas,  comece a nos seguir no Instagram @morarnoseua. Pelo menos 1 vez por semana eu posto alguma foto por lá!

Mas aproveitando que eu estou aqui, vou falar um pouquinho de como foram esses últimos meses. Durante o verão estivemos com a casa cheia! Recebi praticamente toda a minha família: mãe, pai, irmã, sobrinhas, irmão, cunhada e até o meu avô de 91 anos venho para cá!

Minha mãe e meu avô ficaram 2 meses aqui conosco durante o verão o que foi muito bom! Para nós que moramos longe de todos é uma delícia ter a família junto com a gente! Como estávamos com visita praticamente durante todo o verão não fomos viajar por Michigan como de costume. Acampamos apenas uma vez e fomos pela primeira vez no parque aquático Cedar Point que fica no estado vizinho de Ohio.

As aulas do Theo começaram em Setembro e agora ele é um 3th Grade! Ele já está bem adaptado na nova escola (mudamos de casa no ano passado, então ele teve que mudar de escola novamente) e  já tem vários amiguinhos. Brincou muito na rua durante o verão todo já que nesse novo bairro em que moramos tem muitas crianças e todas vão juntas no mesmo ônibus para escola.

Ahh! Teve show do Bon Jovi e U2 também!

Mal começaram as aulas e tivemos que ir para o Brasil renovar (de novo) o nosso visto H1b. Tem post no blog explicando como é a renovação. O Visto H1b pode ser renovado por no máximo 2 vezes pois a validade dele é no máximo de 6 anos. Aproveitamos a viagem  para ver a outra parte da família que não venho para os EUA este ano e finalmente conseguimos fazer uma viagem a dois depois de 4 anos (pois tinha as avós para cuidar das crianças).

Fomos comemorar os nosso 10 anos de casados em Fernando de Noronha! Que lugar lindo! Merece todos os clichês!! E olha que já viajamos para lugares lindíssimos! Sim, é um destino caro, por isso nunca fomos enquanto morávamos no Brasil. Sempre quando colocávamos na ponta do lápis os custos para se viajar para Noronha, optávamos em viajar para fora do Brasil. Valeu a pena? Sim, sim, sim!!! Cada centavo valeu a pena!

Depois de quase um mês no Brasil voltamos para a nossa vidinha a quatro aqui nos EUA. Chegamos junto com o Outono, época de mudança de estação, o frio esta chegando, os dias estão mais curtos. É um momento de curtir o nosso ninho, a nossa casa e uns aos outros.

Vocês leitores do blog, continuem por aqui! O blog não esta abandonado! (Acho que já escrevi isto antes, rs). Continuem enviando dúvidas e perguntas, vejo todas! As vezes demoro um pouco para responder mas um dia a sua resposta chega tá!

Um grande abraço

Juliana

 

Feriado nos EUA – Memorial Day

Flags on houses_2

Hoje foi feriado de Memorial Day aqui nos EUA. Este feriado é uma homenagem aos militares que perderam a vida defendendo a bandeira americana na guerras e é um dos principais feriados americanos. É comemorado principalmente através das parades (desfiles) pelas cidades e é abertura oficial da temporada dos churrascos no quintal (barbecures) e das atividade de verão como piscinas e splashpads nos parques e clubes (pelo menos aqui em Michigan).

Neste final de semana a vizinhança caprichou na arrumação do quintal, cortaram a grama,  encheram as jardineiras de flores, tiraram as capas dos moveis do pátio (que protegiam contra a neve e chuva)  e  limparam a churrasqueira!  Todo mundo animado por aqui! Muita gente viajando para as “praias” de Michigan também,  já que o tempo colaborou com um sol lindo neste fim de semana prolongado. Ah, e lojas cheias também, já que feriado aqui é sinônimo de megapromoções e compras!

Nos ficamos por aqui mesmo pois resolvemos tirar o carpete da sala e colocar piso de madeira no estilo americano de faça você mesmo (DIY). O Theo participou também pela primeira vez do desfile de Memorial Day com a turma do karatê.

Já falei sobre o Memorial Day neste post aqui, vale a pena ler pois visitamos o Greenfield Village e foi muito legal!

Todo este clima de festa com churrascos, piscina, barcos nos lagos é concentrado entre os feriados de Memorial Day (última segunda-feira de Maio) e o Labor Day (segunda segunda-feira de Setembro) aqui em Michigan. Este período engloba as férias de verão da criançada que começa agora na segunda semana do mês de Junho (summer break) e termina na semana do Labor Day em Setembro (o início do ano escolar aqui é em Setembro, diferente do Brasil que é no final de Janeiro).

Enfim, já estamos todos ansiosos para os próximos meses de calor e vamos tentar aproveitar ao máximo pois aqui em Michigan ele dura pouco, infelizmente.

                                      ” The Summer is on the corner!”

Abraços

Juliana

Todos os textos e fotos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole.

 

 

3 anos morando nos EUA

dsc01881

Aeroporto de Guarulhos – 10 de novembro de 2013

E hoje dia 11 de novembro de 2016 faz exatamente 3 anos que desembarcamos em terras americanas! Nossa como o tempo passa rápido!

Obrigada a todos vocês que acompanham o blog! Sempre leio TODOS os comentários que vocês deixam aqui e se eu não te respondi peço mil desculpas. Continuem participando ativamente do blog, deixem comentários, curtam a nossa página no Facebook e no Instagram. Compartilhem com os amigos!! Isso ajuda o blog a crescer!

Este post de hoje é para agradecer a essa oportunidade que tivemos há 3 anos atrás e fazer uma retrospectiva de algumas coisas que vivenciamos por aqui. Vou deixar abaixo o link para alguns posts que escrevi no blog ao longo desses 3 anos e  que tem tudo a ver com o dia de hoje!

Um grande abraço!!

Juliana

O dia em que chegamos aqui nos EUA 

O post que escrevi de dentro do avião

O primeiro post do blog

Aos recém-chegados nos EUA

O que levar para os EUA

Primeiras providencias ao chegar nos EUA

1 ano morando nos EUA

O que perdemos quando deixamos o Brasil

Bom, estes três anos foram bem vividos, muitas experiências novas e viagens!! O que amamos!!

img_0314

Inverno de 2014 – descobrimos como é morar em um lugar que neva! No nosso primeiro inverno fomos presenteados com  recordes de temperaturas baixas e quantidade de neve acumulada!

img_0846

Fevereiro de 2014 -Andamos sobre um lago congelado pela primeira vez!

img_0618

Aprendemos a fazer um boneco de neve (não é fácil como parece)

,

img_0127

Theo descobriu que brincar em um playground cheio de neve é bem divertido!

dscn9484

Passamos a relacionar o mês de outubro com abóboras!!

dsc00224

Descobrimos que Detroit é muito mais do que edifícios abandonados

img_5956

Descobrimos uma estação chamada Outono de Michigan e passamos a ama-la!!

img_3400

Assistimos a Nascar

img_1663

Aprendemos a curtir os fins de tarde de verão nos parques e aproveitar o calor ao máximo pois aqui ele dura pouco.

dscn2351

Nos divertimos nas noites de Halloween!

img_5024

Segurei em uma arma pela primeira vez na vida! Nao gostei mas foi uma experiência nova dar uns tiros.

img_4165

Aprendemos a ter paciência para cultivar tulipas!, Plantar os bulbos em novembro antes da neve para ve-las florecer apenas em maio na primavera.

img_2287

Tentamos Esquiar

img_0348

Tentamos patinar

img_6597

Descobrimos uma nova gordice: Elephant ears

img_2289

Fomos para a Disney!

img_5803

Conhecemos New York

dscn0939

Redescobrimos Chicago!

img_6400

O Canadá esta logo ali!

dscn0011

Conhecemos Montreal no Canada e reencontramos amigos queridos por lá!

DCIM102GOPRO

Foi muito bom visitar Toronto de novo!

img_1414

Fomos para Indianapoles

img_9467

Descobrimos que acampar em Michigan é muito legal!

img_0486

Fui no show da Shania Twain

E podemos dizer que conhecemos o 5 grandes lagos (The Great Lakes)!

DCIM101GOPRO

Lake Superior em Munising na Upper Península de Michigan

dsc00371

Lake Erie em Cleavelend-Ohio

dscn0583

Lake Michigan em Sleeping Bear sand Dunes em Michigan

dscn9814

Lake Ontário no Canadá

dsc01002

Lake Huron

dscn1339

Fiquei grávida!

img_4218

A familiar aumentou!!

Muita coisa aconteceu, aprendemos muitas coisas novas nessa vida fora do Brasil, muita saudade, muitas conquistas, fizemos amigos, algumas perdas, mas no final posso dizer que esses 3 anos foram muito bem vividos!!!

Mais abraços!

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole.

Rumo a UP North- Parte 2

DSCN0775

Depois de fazermos o passeio principal de Munising que é ver as Pictured Rocks passeando de barco pelo Lake Superior – Clique aqui para ver esta primeira parte da viagem – no dia seguinte fomos desbravar de carro a região.

Como o tempo virou e começou a chover (não deu para fazer o passeio de caiaque pelas Pictured Rocks), resolvemos ir até a cidade de Marquette que fica  a  50 minutos de Munising. A estrada vai beirando o Lake Superior e se não fosse o tempo chuvoso teria rendido lindas fotos. A cidade de Marquete é a maior cidade da Upper Península com aproximadamente 22,000 habitantes. Marquette é uma cidade universitária pois abriga a Northern Michigan University com aproximadamente 10,000 estudantes. É uma cidade turística que assim como Munising atrai turistas na primavera, no verão por causa das praias, camping, pesca e caça, no outono por causa da paisagem deslumbrante e diversas trilhas para hiking e bike e no inverno por causa dos esportes de neve. Como tempo não ajudou muito fomos conhecer o Marquette Maritme Museum. É um museu pequeno mas bem montado e as crianças pequenas acabam gostando. Ao lado do Museu tem uma Lighthouse (farol) para visitar, mas como não vemos muita graça em visitar farol acabamos não indo até lá (Os moradores de Michigan tem uma atração por faróis, deve ser por aqui tem muitos, já que o estado é rodeado pelos grandes lagos)

IMG_0127

Museu Maritimo de Marquette. Opção para um dia de chuva.

Depois do museu fomos comer a famosa Pastie, que é tipo uma fogaça tradicional da região norte de Michigan. Comemos em uma pequena lanchonete chamada Jean Kay’s que é bem tradicional na região, estava muito bom e o próprio proprietário estava lá fazendo as pasties e foi super atencioso conosco.

IMG_0131

A famosa Pastie da Upper Peninsula.

IMG_0129

 Na volta para Munsing passamos por um parque repleto de esculturas gigantes feitas com sucata chamado Lakenenland, você não paga nada para entrar e nem precisa sair do carro para ver as esculturas, o que é bom em dias chuvosos e no inverno.

IMG_0140

Esculturas de sucata do Lakenenland

IMG_0137

Lakenenland

Esta região entre Munising e Marquette é repleta de trilhas para ATVs (jipes, quadriciclos, motos) e no inverno elas são usadas para andar Ski (Ski Trail) e de snowmobile, são mais de 300 milhas de trilhas para os aventureiros que gostam de se divertir na neve. Clique neste link para obter mais informações de como se divertir no inverno na Upper Península de Michigan! Dizem que ver as inúmeras cachoeiras da região congeladas é outra atração imperdível!

neve munising

Upper Península: Ótima opção para os esportes de inverno! (foto: http://www.munisingsnow.com)

Eben_Ice_Caves

Eben Ice Caves (fotos do site munisingsnow)

Munising_Waterfalls

Munising Winter Waterfalls (fotos do site munisingsnow)

Mais informações sobre a cidade de Marquette aqui.

Marquette Visitor Guide

No dia seguinte o tempo melhorou e seguimos viagem de Munsing pela sentido Grand Marais pela estrada H-58. Esse passeio é lindo e eu só fiquei imaginando passar por esta estrada no outono, quando as folhas das árvores estão com aquele tom vermelho-alaranjado lindo!! Neste trajeto de 50 milhas existem vários pontos de paradas com mirantes, cachoeiras e praias. Um dos mirantes mais bonitos e de fácil acesso é o Minners Castle que oferece uma vista linda do alto das Pictured Rocks.

IMG_0174

H-58 – Considerada uma das estradas mais bonitas da Upper peninsula. Conseguem imaginar este lugar no outono?

DSCN0730

Mirante Maners Castle

Outro mirante bem procurado é o Chapel Rock, mas acabamos vendo ele apenas de longe pois a trilha requeria uma caminhada mais longa e com criança pequena complica um pouco. Paramos em algumas praias muito bonitas pela caminho e bem rústicas, porém sofremos um pouco com os mosquitos, passamos repelente mas mesmo assim eles estavam nos atacando (me lembrou meus passeios em Ilha Bela-SP), mas mesmo com  mosquitos vale a pena! Cabe lembrar que as praias formadas pelo Lake Superior são mais contemplativas pois a água, mesmo no verão, é gelada!

DSCN0738

Trilhas para os mirantes são bem acessiveis.

DCIM101GOPRO

Praias na H-58: Rústicas, lindas e geladas (no começo do verão)

IMG_0158

Praia formada pelo Lake Superior

Mais informações sobre os mirantes e praias na H-58 aqui.

map6

Grand Marais é uma vilinha de praia bem pequena mas charmosa, é conhecida pelas praias escondidas e pelas dunas de areias. Para quem não vai se aventurar pelas trilhas não tem muito o que se fazer por lá, paramos apenas para almoçar e continuamos a viagem para conhecer a mais famosa das cachoeiras de Michigan, a Tahquamenon Falls.

IMG_0180

Dunas de Grand Marais

IMG_0183

Vista do lake Superior do alto das dunas de Grand Marais

IMG_0191

Cidade de Grand Marais

Tahquamenon Falls é considerada a maior cachoeira de Michigan. Ela fica na cidade de  Newberry dentro de um parque estatual e o acesso é fácil, com boa sinalização e boa infra-estrutura ao redor com banheiros, lanchonetes e lojinhas de lembrancinhas. Não espere encontrar uma cachoeira gigante, para a gente que já esteve em Foz do Iguaçu ou até mesmo em cachoeiras menores espalhadas pelo Brasil, ela é pequeninha, mas a paisagem em que ela esta inserida é muito bonita e vale a pena o passeio.

DCIM101GOPRO

Tahquamenon Falls

DCIM101GOPRO

A famosa Tahquamenon Falls

Mais Informações sobre a Tahquamenon Falls aqui.

Atrações na região da Tahquamenon Falls.

images (1)

Tahquamenon Falls no outono, temos que voltar lá na estação mais bonita do ano de Michigan!!

Nesta região tem diversos passeios para fazer e locais para acampar. Tem o Oswald’s Bear Ranch que é um santuário de ursos (não é um zoológico) que parece ser uma passeio bem legal, mas acabamos não visitando, ficou para a próxima.

2956540344_3fd160fbd8

Como aqui durante o verão fica claro até quase as 10 horas da noite, seguimos viagem ate chegar na cidade de Sault Saint Marie onde tinhamos hotel reservado. Eu particularmente não gostei dessa cidade, achei bem decadente. Sault Saint Marie faz divisa com o Canadá com uma cidade de mesmo nome e possui um porto muito grande pois o canal que passa pela cidade faz a comunicação entre os Lagos Superior e o Huron, então a cidade tem uma importância comercial e estratégica, mas de turística deixa a desejar. O único passeio que fizemos na cidade foi visitar um navio museu, o Museum Ship Valley Camp. É um passeio legal pois é um navio enorme que foi transformado em museu e você anda por ele inteiro. Demos uma volta na rua principal da cidade onde aproveitamos para comer o famoso Fudge da Upper Peninsula.

DSCN0779

Museum Ship Valley Camp em Sault Saint Marie

IMG_0217

IMG_0213

Fudge em Saint Marie

IMG_0218

Preparando o Fudge

De Saint Marie seguimos caminho de volta para a Lower Peninsula cruzando novamente a Mackinac Bridge. Paramos na cidade de Mackinaw City, esta sim bem bonitinha, para apreciar a vista da  famosa ponte.

IMG_0234

Macknaw City

Pretendemos voltar novamente para Mackinaw City para conhecer mais a cidade e conhecer também Mackinac Island, que é um dos pontos turístico mais famosos de Michigan. Só não fomos desta vez pois não estávamos com tempo e tínhamos que voltar para casa.

Esse foi o nosso primeiro passeio na Upper Peninsula, claro que tem muito mais lugares para se conhecer por lá. A região é muito bonita e foge do padrão americano de viagem pois é um passeio para se curtir a natureza, sem pressa, sem outlets, sem vida noturna e  sem grupos de excursões pelo caminho.

Informações sobre Mackinaw City aqui

informações sobre Sault Saint Marie aqui

Abraços

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole