10 dicas que irão facilitar o seu dia-a-dia nos EUA

O grande dia chegou! Você vai morar nos EUA!! Para te ajudar separei 10 dicas que podem ser úteis no seu dia-a-dia por aqui:

1- CONTINUE ESTUDANDO INGLES

Por mais que você ache que o seu nível de inglês é muito bom, se você nunca morou em outro país de língua inglesa, assim que você chegar aqui você vai perceber que o seu inglês é horrível e que entender os americanos falando é mais difícil do que você imaginava! Não se sinta intimidado, isto é normal, com o passar dos meses o seu ouvido vai se acostumando com o inglês no dia-a-dia, mas não se esqueça de fazer a sua parte também e estudar a língua inglesa pois você não vai melhorar o seu inglês se não se esforçar a falar em inglês. Além do mais é uma questão de educação e consideração você aprender a falar a língua do pais que você escolheu para morar. Os americanos não têm a obrigação de entender o que você está falando (afinal é você quem está no país deles) e sim você é que tem que se esforçar para melhorar o seu inglês dia após dia e entender o que eles estão falando.

Uma dica que eu dou e que funciona comigo é que sempre que alguém falar com você e você não entender, seja humilde, ponha um sorriso no rosto e diga que não entendeu, que acabou de chegar do Brasil (eles adoram cruzar com brasileiros) e que está aprendendo a falar inglês, e que se ele pode repetir a pergunta mais devagar.

2- EXPLORE O SEU BAIRRO/CIDADE

Conheça a região em que você vai morar. Entre nas lojas, nos supermercados mesmo que não vá comprar nada. Descubra onde fica a agencia dos correios (Post Office), a Secretary of State (local onde se resolvem coisas burocráticas como carteira de motorista, documentos de veículos, etc), onde é a prefeitura (City Office), a Biblioteca (library), Hospital mais próximo, a agencia bancária e tudo mais que tiver na sua região.

3- BEM VINDO AO PAÍS DO FAÇA VOCE MESMO – DIY (DO IT YOURSELF)

– Na hora de abastecer: Aqui é você quem abastece o seu carro. Uma dica é estacionar o carro com o lado onde está a abertura do tanque de combustível voltado e próximo da bomba de combustível pois as mangueiras aqui são curtas. Se for pagar com dinheiro (espécie) você estaciona o carro em frente a bomba, verifica qual o número da bomba, vai até o interior da loja de conveniência e paga o valor que você deseja colocar no carro. Se for pagar com cartão é só seguir as orientações que aparece no visor da bomba de combustível, selecionar o tipo de combustível e abastecer. Algumas bombas solicitam para você colocar o ZIP code da região em que você mora. Não se esqueça de fechar o tanque depois de abastecer.

1531721012738125198

imagem: google

– Self-Checkout nos supermercados: A quantidade de caixas onde é você mesmo quem passa as suas compras no leitor de código de barras, paga e empacota tudo sozinho é bem maior do que os caixas com atendentes. Eu particularmente prefiro os self-checkouts pois normalmente não tem fila. Para o caso de frutas e legumes que não tenham código de barras, é só colocar o produto na balança que estará na sua frente e digitar o número que está em uma etiqueta no produto (exemplo: PLU 1047), se for necessário a máquina vai pedir para voce digitar a quantidade. Só utilizo o caixa tradicional quando faço compras maiores no supermercado. Quando você passar as suas compras no caixa que tem atendente, normalmente é ele (a) quem empacota as suas compras. No final da compra, se você fizer o pagamento com cartão de débito terá a opção de “Cashback“, isto é, você pode sacar dinheiro em espécie ali mesmo no caixa do supermercado, o que facilita a vida pois você não precisa ficar indo em banco ou procurar caixa eletrônico para sacar dinheiro.

o

imagem:google

– Lavar o carro: Os lava-rápido aqui são super práticos! Você para em frente a um aspirador gigante e aspira a sujeira você mesmo e joga o lixo que se acumulou durante a semana no latão que fica do lado do aspirador. Depois segue em frente com o carro e coloca o dinheiro da lavagem na máquina ou entrega para um atendente que fica na entrada do “túnel” de lavagem propriamente dito. Coloca o carro no ponto Neutro e um trilho vai puxando o seu carro para o interior do túnel onde a lavagem é realizada pela máquina. Fique atento na saída do túnel para sair rapidinho com o carro, principalmente se tiver outro carro vindo atrás de você. Se tiver um outro atendente na saída do túnel com um paninho oferecendo para secar o seu carro e você concordar não se esqueça de dar uma caixinha para ele  (normalmente eles pedem $1,00). O valor da lavagem simples por aqui varia de $3,50 a $5,00 dólares.

– Limpeza da casa: Serviço de diarista ou empregada doméstica são caros por aqui. Normalmente ninguém tem empregada, somos nós mesmos que cuidamos da nossa casa e roupas. A secadora ajuda a não ter que passar as roupas do dia-a-dia (se você dobrar ou pendurar as roupas ainda quentes assim que saírem da secadora, não precisa passar). Aqui em casa camisetas e moletons vão direto da secadora para o guarda-roupa. Passo as camisas sociais, mas se não souber passar tem a opção das lavanderias que cobram em média $1,50 dólares para passar camisas. A lava-louça também ajuda bastante na cozinha.

images

imagen:google

Handman: Se você gosta e sabe  fazer pequenos consertos em casa ou tem um marido ou esposa que gosta, você irá economizar um bom dinheiro por aqui, pois a mão de obra referente a serviços aqui é cara! Saber trocar chuveiro, lâmpada, instalar uma geladeira, máquina de lavar, montar um armário entre outras coisas vai te ajudar muito por aqui.

Dica: hoje em dia com o YouTube tem vídeos que te ensinam a fazer de tudo! E em lojas como Menards, HomeDepot e Lowes você encontra tudo o que precisa.

4- NÂO ESQUECA DAS GORJETAS

728px-Tip-Your-Server-at-a-Restaurant-Step-5

imagem: google

Sempre que for a algum restaurante tem que dar gorjeta (TIP) para o garçom. No mínimo 15% do valor da conta. Se ele foi simpático e te atendeu super bem o ideal é dar 20%. Lembre-se de que a gorjeta é referente ao serviço do garçom. Se a comida estava ruim, você tem que reclamar da a comida e não descontar da tip do garçom. Neste caso o restaurante vai trocar o seu prato, ou te dar um desconto no valor da conta ou uma sobremesa de graça, alguma coisa eles vão fazer para te agradar e não perder o cliente claro. Oferecer menos de 15% de gorjeta para o garçom significa que ele te atendeu muito mal.

Lembre-se de que eles vão trazer a conta sem você pedir, não é falta de educação ou  não significa que ele está te expulsando do restaurante, é apenas a cultura deles.

5- PONTUALIDADE

Americano é pontual. Esse negócio de combinar de jantar as 7 da noite e aparecer quase oito horas não existe por aqui, é uma tremenda falta de consideração com a pessoa que está te esperando. Isso serve para tudo: negócios, jantares, festa de aniversário, playdates para quem tem filhos.

6- CONSUMIDOR AQUI É REI!

1492679126748311955

imagem: google

Uma das coisas que eu acho mais fantástica por aqui é a facilidade de trocar e retornar produtos nas lojas! Comprou uma coisa e venho com defeito, ou simplesmente usou e não gostou? Pode devolver na loja sem maiores burocracias. Na grande maioria das vezes você nem precisa trocar por outro produto, eles te devolvem o valor da mercadoria em dinheiro ou extornam no seu cartão de crédito. Importante ter sempre a nota fiscal de compra e trazer o produto com a etiqueta de compra no caso de roupas ou na embalagem original (ela pode ter sido aberta sem problemas, mas é bom não estar rasgada, amassada …). Você pode trocar e devolver tudo, desde de roupas a produtos eletrônicos, já vi gente devolvendo até comida em supermercado!!

Outra dica legal é que a grande maioria das lojas cobrem o preço do Amazon! Então sempre que for comprar alguma coisa, principalmente produtos mais caros como eletrônicos, antes de passar no caixa entra no site do Amazon e verifica o valor, se estiver mais barato é só mostrar o celular com o preço do produto no Amazon para o caixa que ele faz o mesmo valor para você! Já utilizamos dessa estratégia (que aqui eles chamam de Price-match) em lojas como Best Buy, BuyBuyBaby e Toy R US.

E não se esqueçam de usar os cupons de descontos!!

Faça o cartão de Rewards da lojas e farmácias, isso te ajuda a ganhar descontos,  acumular pontos e economizar!!

7- HOSPITAL SÓ SE FOR REALMENTE NECESSÁRIO

Como já falei em posts anteriores aqui no blog (Planos de saúde nos EUA), a saúde aqui nos EUA é cara! Mesmo tendo plano de saúde você terá que pagar co-participações em atendimentos e exames, então a dica que eu dou é evitar ir a hospitais por causa de coisas simples como uma gripe, uma dor de garganta fraquinha, dor de barriga ou unha encravada. Claro que se os sintomas persistirem você deve procurar um médico, principalmente se você tiver criança em casa, mas faça uso do bom senso. Existem planos de saúde que tem médico via telefone, isto é você liga, descreve os seus sintomas e conforme for ele te passa as orientações do que fazer.  Caso seja necessário ir a um médico agende uma consulta com o seu médico de família (não apareça na clínica sem agendar pois será considerado atendimento de emergência). Se for uma situação mais séria e você não conseguir um horário para o mesmo dia com o seu médico ou é fim de semana e a clínica está fechada, procure um Urgent Care Center. Só se dirija a um Emergence Room em um Hospital se for um caso muito sério mesmo como suspeita de infarto, AVC… Se bem que nestes casos o ideal é ligar para o 911 pois em minutos a ambulância e os bombeiros estarão na porta da sua casa!

8- A TERRA DA MARMITA

vacuum-stainless-steel-food-storage-box-for-kids-w-insulated-lunch-bag-thermos-for-food-container-thermal-lunch-box-food-jar_1571784

imagem: google

Se você vai trabalhar fora  e quiser manter uma alimentação saudável e fugir dos fast-foods, a marmita vai fazer parte do seu dia-a-dia. A grande maioria das empresas daqui não tem refeitórios, principalmente pelo fato de que o americano não tem o hábito de almoçar “comida de verdade” como nós brasileiros. Se você mora fora de uma grande cidade como New York, Los Angeles ou Chicago, ir almoçar na praça de alimentação do shopping ou no “quilão” da esquina não será uma opção para você, vai ter que levar comida de casa sim!

Nas lojas como Marshalls e HomeGoods e até mesmo nos supermercados você vai encontrar vários opções bem bacanas de “lancheiras térmicas” para adultos para você levar para o trabalho. Normalmente nas empresas tem uma pequena copa com microondas, pratos e talheres para você utilizar na hora do almoço.

A mesma coisa vale para quem tem filhos. Como eles ficam o dia todo na escola eles almoçam por lá. Os pais tem a opção de comprar o “almoço” da escola, mas se você não quer que o seu filho se entupa de nuggets, pizza, tacos e macarrão com queijo diariamente, ele vai ter que levar comida de casa também!

9- ABRA A SUA MENTE E O SEU CORAÇÃO PARA UMA NOVA CULTURA

Aqui não é o Brasil, é outro pais, outra cultura, outra língua, pessoas que foram criadas e cresceram de uma maneira diferente de você, então tudo vai ser diferente e você vai ter que se adaptar a essas diferenças para que a sua vida flua de uma maneira mais fácil. Isso não quer dizer que você tem que esquecer suas raízes e as coisas que você gosta do Brasil, mas você não pode ficar fazendo drama por não achar o corte de carne que você costumava comprar no açougue do Brasil ou porque é difícil achar pão-de-queijo por aqui ou ainda porque aqui não vai passar a final do campeonato brasileiro de futebol na televisão!

10- NÃO EVITE OS AMERICANOS !

Americanos são bacanas!! Eles são na deles, não são como a maioria dos brasileiros que já chega abraçando e beijando uma pessoa que acabou de conhecer e que em menos de meia hora de conversa já virou o seu melhor amigo de infância, mas eles são muito, MUITO educados e adoram conversar com quem venho de outro país, principalmente do Brasil que para eles é um destino exótico! E assim, aos pouquinhos eles vão se abrindo. E se você tem filhos na escola, ou se eles praticam algum esporte, essa vai ser uma grande oportunidade de fazer amizades com as mães e os pais dos colegas dos seus filhos! E ter um amigo americano vai te ajudar com dicas que só quem nasceu e cresceu aqui podem dar!

Faça a sua parte, seja receptivo e se esforce para conhece-los! Você nunca vai fazer amizade com um americano se na primeira tentativa dele em conversar,  você soltar um “I don’t speak English”, virar as costas e ir embora.

Claro que existem exceções, assim como no Brasil,  onde podemos conhecer pessoas bem legais e outras insuportáveis. Não venha com o pré-conceito de que os americanos são arrogantes e se acham os donos do mundo, é mentira! A maioria das pessoas que falam isso nunca sequer colocaram os pés aqui nos EUA.

Gostou do post? Clique na estrelinha abaixo em Curtir! Já visitou a nossa página no facebook e no Instagram? Ajude a divulgar o blog entre os  seus amigos!!

Posts relacionados:

Aos recém-chegados nos EUA

Cheguei nos EUA- Primeiras Providencias

Convivendo com os americanos

Abraços!

Juliana

Todos os textos desta página são de direitos autorais da autora Juliana Fontes.
A cópia de tais textos é proibida por lei. Fique à vontade para compartilhar e divulgar o blog mas não copie e cole

Anúncios

13 ideias sobre “10 dicas que irão facilitar o seu dia-a-dia nos EUA

  1. Pingback: Aos Recém-Chegados nos EUA | Morar nos EUA

  2. Pingback: Cheguei nos EUA – Primeiras Providências | Morar nos EUA

  3. Juliana Pompêo

    Muito bom e útil esse post. Muitas coisas eu já sabia por ir frequentemente e ficar em casa de amigos que são residentes, ou seja, não levo uma vida de turista quando estou aí.
    Mas ajudou muito! Provavelmente em outubro já estarei definitivamente na minha nova casa nos Estados Unidos e seu blog tem ajudado muito, principalmente na questão da Escola, Pré-Escola e Hospitais!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
  4. Angelo

    Parabéns pelo blog. Acho que ajuda e esclarece muito quem chega nos EUA. Recentemente estava numa loja da Adidas e ao passar no caixa o preço do tênis estava diferente, muito mais caro que a etiqueta e levei o atendente até a prateleira e mostrei outros também com o mesmo preço diferente na etiqueta, para que ele não achasse que eu troquei a etiqueta. Ele me disse que estavam errados os preços e que aquele preço se referia a outra cor. Disse que não iria levar e ele disse ok, que não podia fazer nada.
    Pelo menos no Brasil, se isso acontecer a loja deve vender com o preço da etiqueta e se a loja se recusar eles podem ser acionados pelo Procon.
    Fiquei muito desapontado e está não foi a única vez que aconteceu. Senti um certo descaso, do tipo “Ok, se quiser levar mas é o preço mais caro. Se não quiser, deixa aí.”
    Abs.

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi Angelo! Que bom que gostou do BLOG!
      Que pena que voce não teve uma boa experiencia na loja da Adidas…normalmente eles sao bem atenciosos com os clientes, mas como já disse aqui no blog, podemos cruzar com pessoas desagradaveis em qualquer lugar do mundo.

      Abraços

      Juliana

      Curtir

      Resposta
  5. Pingback: Sites e Canais legais para dar um UP no seu Ingles | Morar nos EUA

  6. Hellen Carvalho

    Oi! Achei o teu blog um amor, parabéns! Tudo muito claro e explicadinho. Quando você e sua familia chegaram em Michigan, já tinha um carro a disposição de vocês? E quanto é a media do aluguel de uma casa com 3 quartos?

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Oi Hellen!
      Obrigada pelo cometario no blog!
      Quando desembarcamos aqui um funcionario da empresa que contratau o meu marido venho nos buscar no aeroport e depois ficamos com um carro locado pela empresa por 3 meses e depois co,pramos o nosso carro aqui. A media de alugule vai depender muito da regiao em que vc vai morar. Se o entra no site http://www.realtor.com vc vai conseguir ter uma referencia boa dos precos de aluguel por aqui.

      Abracos!
      Juliana

      Curtir

      Resposta
  7. Pingback: O que perdemos quando deixamos o Brasil. | Morar nos EUA

  8. Patricia

    Olá!! Amei suas dicas e adorei a leitura no seu blog. Só uma coisa me incomodou, vc escreve : “venho”, quando o correto seria “veio”! Só tô falando para prestar atenção quando for escrever.

    Curtir

    Resposta
    1. Juliana Fontes Autor do post

      Fui pesquisar e verifiquei que no presente do indicativo nós falamos “eu venho” para a primeira pessoa do singular e “ele veio” para a terceira pessoa do singular. Vou verificar nos posts se estou escrevendo “ele venho” e realizar as correções. Mais uma vez obrigada por me avisar. Bjs

      Curtir

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s